Vida

Xodó do apresentador | William Bonner ostenta com seu VW Gol de R$ 50 mil

Xodó do apresentador | William Bonner ostenta com seu VW Gol de R$ 50 mil

William Bonner, o âncora do "Jornal Naciona" (TV Globo) mostrou ontem em sua conta do Instagram a foto de um dos seus xodós: seu Volkswagen Gol GT 1986 vermelho.

O exemplar do jornalista foi restaurado nos mínimos detalhes pelo Studio By Deni, no interior de São Paulo. Ainda que a foto apenas mostre um ângulo específico da traseira do carro, o veículo é figurinha carimbada no perfil de Bonner e já apareceu em outras publicações ao longo do tempo.

De acordo com especialistas consultados, o veículo raro vale cerca de R$ 50 mil.

Além desse Gol GT, William Bonner tem outros carros antigos na garagem, com destaque para um Ford Mustang Fastback 1966 que também já apareceu no perfil do âncora.

Mosca branca

O Gol GT foi o primeiro da linha a carregar consigo pretensões mais esportivas. Lançado em 1984, ele representava um considerável salto em termos de desempenho em relação ao modelo convencional.

A principal mudança era a adoção do motor 1.8 refrigerado a água "envenenado" por um comando de válvulas do Golf GTi europeu. Rendia 99 cv, contra um 1.6 a ar de 51 cv presente nas outras versões. Com esse motor, o carro chegava a 100 km/h em 9,7 segundos (praticamente a metade do tempo do Gol 1.6) e aos 180 km/h de máxima.

O motor, porém, não era a única novidade do carro. A parte dinâmica também ganhou atenção da VW e o carro tinha barras estabilizadoras de maior diâmetro e freios redimensionados.

Em termos visuais, o carro trazia uma pegada consideravelmente mais agressiva do que o Gol convencional e isso ia além de um adesivo com a sigla "GT" no vidro traseiro. No exterior, chamavam atenção a faixa preta que unia as lanternas traseiras, as rodas de liga de 14 polegadas e a ponteira de escape dupla.

Havia novidades também no interior, com bancos Recaro, painel com novo visual e conta-giros e volante de menor diâmetro com detalhes em vermelho.

O Gol GT durou pouco no mercado, sendo produzido até 1987. No seu lugar, entrou outra lenda: o Gol GTS, que levava boa parte das soluções mecânicas do GT para uma carroceria reestilizada.

Se você achou o carro interessante, uma boa notícia: ainda que raro e difícil de ser encontrado em boas condições, o modelo tem atingido preços menores do que seus sucessores GTS e, principalmente, GTI - e também de outros esportivos inflacionados da época. Um exemplar em bom estado, inclusive, foi leiloado no final de 2020 e arrematado por R$ 24 mil, consideravelmente menos do que os mais de R$ 100 mil alcançados pelo Gol GTI.