Vida

Primeira classe | Jeep de 7 lugares: o que sabemos sobre o terceiro carro brasileiro da marca

Primeira classe | Jeep de 7 lugares: o que sabemos sobre o terceiro carro brasileiro da marca

Na categoria SUVs médios do prêmio UOL Carros, no dia 15 de dezembro, o Tiggo 8, da Caoa Chery, venceu com certa folga. Seus concorrentes eram o também novato Ford Territory e o veterano Jeep Compass.

Comentarista do prêmio, na ocasião passei minhas impressões sobre a vitória do Tiggo 8. Entre outros aspectos, em meu ponto de vista o principal fator para determinar o triunfo do Caoa Chery foi a presença dos sete lugares.

Essa configuração de cabine é essencial para garantir sucesso no segmento. E o Tiguan comprovou essa teoria. Desde que foi lançado, trazendo duas versões de sete lugares, o Volkswagen se tornou um dos modelos mais desejados da categoria, atrás apenas do Compass.

A realidade é que faltam opções de sete lugares entre os SUVs médios. Essa configuração de carroceria está mais relacionada aos grandes, como Audi Q7, Volvo XC90, Mercedes-Benz GLE, BMW X7 e, fora do segmento de luxo, Chevrolet Trailblazer.

Jeep de sete lugares 3 - Ricardo Teixeira - Ricardo Teixeira
Imagem: Ricardo Teixeira
Com a proliferação dos SUVs compactos, mais baratos que os médios, aqueles que não têm o diferencial dos sete lugares perderam espaço. Afinal, eles até oferecem um pouco mais de espaço interno, mas a maioria não tem porta-malas muito maiores que os de Honda HR-V, Hyundai Creta, Renault Duster e Nissan Kicks, entre outros.

Jeep se prepara para não perder espaço

Mesmo com o panorama mostrado acima, o Compass é líder disparado entre os médios. São diversas as razões. A primeira é a reputação da marca. Além disso, quem quer um Jeep e precisa de porta-malas tem de optar por esse carro, mesmo pagando mais, já que o compartimento de bagagem é o ponto fraco do compacto Renegade.

Além disso, o Compass vai muito bem em vendas diretas, responsáveis pela maior parte de seus emplacamentos. No entanto, mesmo com todo esse sucesso, não dá para a Jeep fechar os olhos para a demanda dos sete lugares.

Jeep de sete lugares 2 - Ricardo Teixeira - Ricardo Teixeira
Imagem: Ricardo Teixeira
E, como a marca tem já todas as armas nas mão, esse modelo será seu principal lançamento dos próximos anos no Brasil. O carro tem circulado bastante pelas ruas de São Paulo neste fim de ano.

As fotos desta reportagem foram enviadas a mim pelo Ricardo Teixeira, que flagrou o modelo, bastante disfarçado, na zona sul da capital paulista. Nota-se um entre-eixos superior ao do Compass, e uma dianteira bem parecida com a desse SUV.

Mas não se engane: esse carro não será uma mera versão do Compass.

O que podemos esperar do Jeep de sete lugares

A plataforma desse novo Jeep será a mesma do Renegade, Compass e Toro, da Fiat. É uma base bem flexível, que permite criação de modelos de portes diferentes. O modelo deverá ser feito junto com esses três veículos na planta da FCA em Goiana, Pernambuco.

O carro não se chamará Compass, e ainda não existe em outros mercados. Trata-se de um veículo totalmente novo que, como a Toro, foi desenvolvido no Brasil - o que não significa que ficará restrito ao mercado nacional.

O entre-eixos superior ao do Compass é um fato. Isso não necessariamente aponta que o espaço interno será muito superior. O novo modelo precisará ter porta-malas maior, até para acomodar os dois lugares reclináveis na terceira fileira.

Jeep de sete lugares 1 - Ricardo Teixeira - Ricardo Teixeira
Imagem: Ricardo Teixeira
O diferencial do Jeep de sete lugares será o motor a diesel. Essa opção não está disponível nem no Tiguan nem no Tiggo 8, que usam propulsores flexíveis ou a gasolina. O modelo também trará versões com tração 4x4, como os demais veículos dessa plataforma.

A estreia do Jeep de sete lugares está prevista para o fim do primeiro semestre de 2021. Por isso, ele não precisará usar os motores flexíveis 1.8 (de Renegade e Toro) ou 2.0 (do Compass). Já trará, nas versões mais em conta, o novo propulsor turbo que está sendo desenvolvido pelo Grupo FCA - para os Fiat e os Jeep.