Vida

PATOS: Academias, cinemas, piscinas, escolas de formação e circos têm atividades flexibilizadas – VEJA DECRETO

PATOS: Academias, cinemas, piscinas, escolas de formação e circos têm atividades flexibilizadas – VEJA DECRETO

Estão valendo em Patos, desde a última quinta-feira (8), as mais recentes medidas de flexibilização, publicadas pelo prefeito interino Ivanes Lacerda (Republicanos) no Diário Oficial do Município na própria quinta-feira.

Dentre essas medidas, estão a autorização da prática coletiva de academias, cultos religiosos, atividades circenses, cinema e a autorização para escolas de formação de seguranças privados funcionarem. Em todas as áreas, foram estipuladas as medidas de segurança a serem seguidas.

Escolas de formação de seguranças privados: O decreto estabelece o funcionamento desses estabelecimentos. É necessário aferir a temperatura corporal de clientes, colaboradores e instrutores, exigir o uso obrigatório de máscaras e obedecer às regras de distanciamento social (pelo menos 1,5m de distância).

Academias: Está autorizado o funcionamento de atividades coletivas em academias, desde que não ultrapassem 50% de sua capacidade de alunos, também seguindo as recomendações sanitárias de saúde.

Piscinas de clubes e condomínios: As atividades em piscinas de clubes e condomínios podem ser utilizadas individualmente

Playground em bares, restaurantes, lanchonetes e afins: Bares, restaurantes, lanchonetes, padarias, docerias, cafeterias e shoppings estão autorizados a instalarem em suas dependências playgrounds e espaços de diversão para crianças, desde que tenham ocupação de apenas 40% de suas capacidades.

Cinema, circos e auditórios: Circos estão autorizados a retomarem suas atividades e apresentações. Além de circos, cinemas e auditórios estão autorizados a comportarem 40% de sua capacidade em apresentações e eventos.

Igrejas e templos religiosos: Atos religiosos estão autorizados a acontecerem em igrejas e templos religiosos, desde que ocupem no máximo 50% de suas capacidades.

O decreto afirmou que a Secretaria de Saúde irá seguir monitorando a pandemia em Patos, podendo suspender gradualmente esses e outros setores.

Um dos artigos do decreto também prevê infração aos proprietários desses estabelecimentos citados que tiveram seus retornos autorizados, caso não mantenham seus espaços físicos com boa circulação de ar e com a devida higienização necessária.

Clique aqui e confira o decreto do prefeito interino Ivanes Lacerda.