Vida

Jorge Moraes | Fiat entra no mundo dos SUVs com aventureiro 'de verdade'

Jorge Moraes | Fiat entra no mundo dos SUVs com aventureiro 'de verdade'

A Fiat era a única grande montadora no mercado brasileiro fora do mais concorrido e cobiçado segmento, o de SUVs. O foco do grupo FCA (hoje Stellantis) nesse setor sempre foi da Jeep, que domina as vendas com Renegade e Compass.

A chegada do Progetto 363 é o ponto de partida para a marca italiana, mas que não parará por aí. O SUV do Argo, com o estilo cupê, mira os utilitários de entrada, mas Fiat prepara ainda a chegada do SUV da Toro, o Fastback, que vimos como conceito no último Salão do Automóvel. E olhe que já faz tempo, outubro de 2018.

O Progetto 363 começou a prosperar hoje com as primeiras imagens divulgadas no dia da final do reality BBB 21. Fica claro que ele carrega o know-how da italiana em modelos "aventureiros". A marca é especialista em pegar carros urbanos e transformá-los com um visual de quem "parece" pronto para a aventura. Basta ver o que vendeu (e vende ainda) modelos das "grifes" Adventure, Way e Trekking.

Só que, dessa vez, a Fiat não apenas colocará apliques de plástico e adesivos e chamará o carro de "aventureiro". O 363 é mais do que a evolução do Argo Trekking e carrega uma série de novidades que veremos em outros modelos da marca, como a plataforma veicular MLA.

Com ela nasce o motor 1.0 turboflex, que deve entregar até cerca de 130 cv com injeção direta de combustível, acoplado a um inédito câmbio CVT. Esse mesmo conjunto chegará em breve à picape Strada e deve estar presente em quase toda a gama da Fiat até 2023. Ah! Não esqueça da parte tech, do 4G e tudo mais.

Mas será que o 363 terá força para tirar clientes do novo, porém já consagrado, Volkswagen Nivus? Isso dependerá muito dos preços que o fabricante praticará. O VW, que custava R$ 86 mil um dia desses, parte hoje de R$ 97.580 no Comfortline e chega a R$ 111.820 no topo Highline.

Para impactar o mercado, os italianos precisarão ficar abaixo disso, o que deve acontecer nas versões de entrada. Apostaria no preço de partida na casa de R$ 89.990, alcançando até R$ 110 mil no topo de linha com opcionais.

A tecnologia a bordo também é uma promessa da Fiat para seu novo SUV. Muito do que se viu na nova Toro em relação conectividade estará no 363 com o Fiat Connect Me. O modelo terá também faróis full-LED e sistemas autônomos de apoio à condução.

Mas a marca não mira apenas os consumidores do Nivus e WR-V - e quem sabe do Tiggo 3X. Ela quer chegar e ocupar rapidamente um lugar no pódio entre os SUVs compactos. Para isso, precisa tirar clientes de Honda, Nissan Kicks, Renault Duster, entre outros. A chegada às lojas será no início do segundo semestre, mas a pré-venda deve começar muito em breve. Hoje, já posso retirar o que disse quando se tratava só do Argo Trekking: quem não tem cão, caça com gato.

A virada de chave acontece em tempos pandêmicos e lançamentos digitais, em que a crítica do jornalista especializado sofre e enxerga ao mesmo tempo o outro lado: o da legião de divulgadores e entusiastas que publicam a largada do produto, aquele post bacana que certamente, por definição de estratégia, você pode demorar para dirigir ou ver de perto e declarar as impressões. Tomara que aqui isso não aconteça e o 363 venha logo.