Vida

Exclusivo | Chevrolet Onix sofre com falta de peças e terá sua produção suspensa pela GM

Exclusivo | Chevrolet Onix sofre com falta de peças e terá sua produção suspensa pela GM

O carro mais vendido do país nos últimos seis anos poderá ver sua liderança ameaçada não por um rival, mas sim pela falta de insumos e componentes para sua fabricação.

A Chevrolet suspenderá a produção da linha Onix (hatch e sedã) por cerca de três semanas no mês de março devido à falta de suprimentos essenciais para montar os modelos na planta de Gravataí (RS), uma das maiores fábricas do setor automotivo do país.

Segundo apuramos, a montadora dará férias coletivas a grande parte dos operários da planta gaúcha por três semanas - tempo previsto para que os fornecedores de insumos e componentes elétricos regularizem os estoques. A linha do Joy Black é a única que não foi afetada pelo problema.

Os concessionários poderão seguir o mesmo procedimento, antecipando férias de vendedores do setor de novos na maioria das lojas. Eles terão que trabalhar com o estoque que têm hoje, que se resume basicamente aos modelos turbinados (e mais caros) da linha Onix. Os aspirados, que são os mais vendidos na versão LT, já não aparecem mais em estoque e não há previsão de chegada.

Em resposta ao UOL Carros, a Chevrolet afirmou que a cadeia de suprimentos da indústria automotiva na América do Sul tem sido impactada pelas paradas de produção durante a pandemia e pela recuperação do mercado mais rápida que o esperado.

"Isso tem o potencial de afetar de forma temporária e parcial nosso cronograma de produção. Estamos neste momento trabalhando com fornecedores e sindicato para mitigar os impactos gerados por esta situação", informou a montadora, sem detalhar o cronograma da produção.

A planta de Gravataí (RS) é a mais produtiva da Chevrolet no mundo. Antes da pandemia, no início de 2020, a fábrica gaúcha operava em três turnos e fabricava nada menos que um carro da linha Onix por minuto. Ela abastece, além do Brasil, o mercado sul-americano do Onix e Onix Plus, hatch e sedã mais vendidos no país em 2020.

No ano passado, mesmo com a queda brusca nas vendas devido à pandemia da covid-19, o Onix emplacou 135.331 unidades, cerca de 50 mil a mais que o segundo colocado, o Hyundai HB20. A variante Plus vendeu mais de 83 mil unidades, sendo o terceiro carro mais vendido no país e que nem enxerga seus concorrentes no retrovisor.

Dificilmente uma paralisação temporária será responsável pelo fim da liderança da linha Onix no Brasil. Mas fica o sinal de alerta até mesmo para os rivais, que devem estar passando por situação não muito diferente em suas fábricas.