Vida

Carro rastreado | Ladrão quebra vitrine ao fugir com carro zero e se dá mal; veja

Carro rastreado | Ladrão quebra vitrine ao fugir com carro zero e se dá mal; veja

Um ladrão se deu bem mal na última semana em Belém (PA). Com muita ousadia, ele armou uma situação para roubar um carro de dentro de uma concessionária Chevrolet - e conseguiu, mas o desfecho não foi como ele esperava.

Como em uma cena de cinema, um homem teria se passado por cliente interessado em fazer test-drive antes de arrancar com o carro pela vidraça da loja, que ficou destruída. Ele, então, saiu em disparada, furando um sinal vermelho na esquina.

Seria mais um caso não resolvido de furto ou roubo de veículos no País, só que o Cruze é equipado com rastreamento de fábrica.

"Primeiramente, foi o susto. Logo avisamos a polícia e já fomos atrás do sistema de rastreamento", conta Raquel Neves, gerente de vendas da concessionária.

De acordo com Neves, ao acionar o rastreador, foi possível acompanhar o trajeto do carro e passar a localização para a polícia e a central de atendimento da Chevrolet.

Como o carro que foi roubado era um Cruze LT, versão de entrada do sedã, não há a opção de bloquear o veículo pelo próprio aplicativo de rastreamento, apenas por contato com a central - explica a funcionária.

Segundo ela, desde o início da fuga, a levou cerca de uma hora para encontrar o carro, cuja ignição já estava bloqueada.

Além do prejuízo com a fachada da loja, a revenda ficou com o prejuízo do carro também. Ele sofreu avarias com o salto entre o nível da loja e a calçada. "Amassou capô, para-choque e também danificou o para-brisa."

Um suspeito foi preso, segundo a polícia, durante uma tentativa de furto em Belém.

Ele estaria tentando arrombar a porta de um estabelecimento comercial, localizado no bairro do Carananduba, quando foi flagrado por policiais militares. Na delegacia, teria sido reconhecido pela fuga cinematográfica da concessionária.

Fabricado na Argentina, último lugar do mundo que ainda produz o sedã, o Cruze LT parte de R$ 124.990. O motor é o 1.4 turboflex de até 153 cv e 24,5 mkgf. A transmissão é sempre a automática de seis velocidades.

O modelo também é vendido no Brasil na configuração hatch, a Sport6, que até o fim deste ano vai ganhar a versão RS, com visual esportivo.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.