Vida

Bateria, radiador e mais | 5 cuidados para não entrar em uma fria com seu carro no inverno

Bateria, radiador e mais | 5 cuidados para não entrar em uma fria com seu carro no inverno

Com o início do inverno no Brasil na última segunda-feira (21), é importante lembrar que além de se agasalhar direito para sair de casa, a época requer também mais cuidados com seu carro para garantir que ele funcione e esteja em ordem nesse período do ano.

Bateria do carro - Smith Collection/Gado/Getty Images - Smith Collection/Gado/Getty Images
Imagem: Smith Collection/Gado/Getty Images

Bateria

Um dos componentes que tende a sofrer durante o inverno é a bateria. Se ela estiver com sua capacidade de carga comprometida, a partida na manhã em dias frios pode ficar mais difícil.

Como no frio o óleo do motor fica mais denso devido à temperatura, o propulsor exige mais força para dar a partida. Se a bateria estiver fraca, a partida vai demorar ou pode até não ocorrer.

Alguns sinais de que a bateria pode estar com sua vida útil no fim podem ser a oscilação da intensidade de luzes do painel e dos faróis durante a partida. O alternador também precisa ser verificado junto com a bateria, afinal ele é o responsável pela carga da bateria.

Ar-condicionado carro - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Ar-condicionado

Muito associado ao calor, o sistema de ar-condicionado também exige cuidados no frio. Ele deve ser ligado mesmo que por alguns minutos periodicamente durante esta estação.

No inverno ele ajuda a desembaçar os vidros e quando ligado faz com que os fluidos circulem pelo sistema. Além disso, fazê-lo funcionar faz com que impurezas não fiquem acumuladas no filtro e no sistema, evitando que

O sistema não ser usado também pode gerar danos no conjunto do ar-condicionado, como o compressor, por exemplo. Além disso, ajuda a evitar o ressecamento das mangueiras do sistema.

Geralmente, tanquinho de partida a frio fica posicionado no cofre do motor - Foto: AutoPapo - Foto: AutoPapo
Imagem: Foto: AutoPapo

Tanquinho de combustível

Os carros mais novos estão saindo todos com o sistema de aquecimento do combustível, mas os mais antigos ainda têm o famoso tanquinho de combustível. Com mais poder calorífico que o etanol, a gasolina injetada junto nos motores bicombustíveis facilita a partida.

No inverno é importante não esquecer de completar o reservatório com gasolina. A indicação é que, como é uma gasolina que irá demorar mais a ser utilizada, encher com gasolina premium, que dura até seis meses.

velas de ignição - Pixabay - Pixabay
Imagem: Pixabay

Velas de ignição

Outro item que pode dificultar a partida se estiver na hora de trocar são as velas. Elas geram a faísca que provoca a explosão da mistura de ar e combustível dentro dos cilindros.

Combustível de baixa qualidade ou adulterado reduz a vida útil das velas. Além de dar trabalho na hora da partida, podem dar as famosas "engasgadas" e fazer o carro perder desempenho em acelerações e retomadas.

O indicado é que elas sejam verificadas a cada 10 mil km, mas é importante seguir as recomendações do manual de instruções do fabricante do veículo. Além disso, a recomendação é trocar os cabos junto com as velas.

Frentista completando o líquido do radiador do carro com aditivo - Foto: Shutterstock - Foto: Shutterstock
Imagem: Foto: Shutterstock

Radiador

Em regiões mais frias, é importante também não descuidar do fluido do radiador. Além de ajudar no calor, o fluido - e não água de torneira, ajuda a manter a temperatura ideal.

Se morar em regiões muito frias é aconselhado o uso de anticongelante no sistema, para garantir que o fluido não irá solidificar dentro do sistema.