Vida

APMP solicita suspensão das atividades presenciais nas comarcas como prevenção na transmissão da Covid-19

APMP solicita suspensão das atividades presenciais nas comarcas como prevenção na transmissão da Covid-19

A Associação Paraibana do Ministério Público requereu, em ofício enviado ao Procurador-Geral de Justiça Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, a suspensão dos atos presenciais da entidade com o objetivo de limitar a circulação de pessoas nas comarcas do Ministério Público no Estado da Paraíba.

“A medida se mostra imprescindível e urgente, tendo em vista a superlotação dos hospitais, tanto públicos quanto privados, em todo o Estado da Paraíba, como também diante do crescente número de óbitos”, destaca trecho do pedido.

A Associação ressalta, ainda, que o sistema de trabalho remoto já demonstrou sua eficácia e que não causa prejuízo ao atendimento à população.