Tecnologia

Vendas de celulares aumentam por desejo de atualização dos usuários

Vendas de celulares aumentam por desejo de atualização dos usuários

As vendas globais de smartphones apresentaram recuperação no primeiro trimestre do ano e mostraram um crescimento mais forte desde 2015, informou uma empresa de mercado especializada nesta terça-feira (20).

A Strategy Analytics observou que os fabricantes de smartphones venderam cerca de 340 milhões de unidades nos primeiros três meses do ano, um aumento de 24% em relação ao mesmo período em 2020.

A alta seguiu-se a uma queda de mercado por causa da pandemia do novo coronavírus durante grande parte do ano passado, quando muitos consumidores adiaram compras ou atualizações.

A empresa de pesquisa informou que os ganhos do primeiro trimestre foram impulsionados pela forte demanda de consumidores que possuem dispositivos desatualizados e pelo forte impulso da rede 5G dos provedores chineses.

"O mercado de smartphones chinês teve um trimestre sensacional impulsionado pelo sucesso do produto 5G em vários níveis de preços", afirmou a diretora sênior da Strategy Analytics, Linda Sui, observando o aumento de 35% no mercado chinês.

"A escassez de chips e as limitações de fornecimento não tiveram um impacto significativo no primeiro trimestre entre as cinco principais marcas, mas em nossa opinião foi e será uma preocupação para os fornecedores menores nos próximos trimestres", acrescentou.

A Samsung liderou o mercado com 23% dos aparelhos vendidos, seguida pela Apple com 17%. Eles foram seguidos por três fabricantes chineses: Xiaomi (15%), Oppo e Vivo (11% cada).

Neil Mawston, CEO da consultoria Strategy Analytics, ressaltou que o crescimento de 32% da Samsung levou ao lançamento dos "telefones 4G e 5G mais acessíveis da série A", assim como às fortes vendas de sua série da Galaxy S21.