Tecnologia

Santander escolhe novo presidente e ele não é de tecnologia, nem de varejo

Santander escolhe novo presidente e ele não é de tecnologia, nem de varejo

Em meio à proliferação de fintechs, da revolução tecnológica com Pix e open banking e com a proliferação de bancos digitais voltados para o varejo, o banco espanhol Santander fez um escolha inusitada para o novo comando do banco no Brasil. Mario Roberto Opice Leão, que tem toda sua carreira no setor bancário calcada no que é chamado de “corporate”, ou seja, voltado para grandes empresas e grandes negócios, vai assumir o cargo de presidente do Santander Brasil, no próximo janeiro. Sergio Rial deixa o posto, depois de seis anos, e vai para o Conselho de Administração. 

Antes de ingressar no Santander Brasil, em 2015, para comandar a área de “corporte banking”, Leão teve cargos nas divisões de banco de atacado de instituições como Citibank, Goldman Sachs e Morgan Stanley. Agora é ver como o mercado vai reagir ao nome do novo comando que traz o DNA do atacado e não do varejo para o quinto maior banco do país.