Tecnologia

Mochila a jato leva paramédico pelo ar até vítimas em região isolada

Mochila a jato leva paramédico pelo ar até vítimas em região isolada

Os paramédicos do Reino Unido podem contar em breve com o auxílio de uma mochila a jato para ajudar no resgate de vítimas em locais de difícil acesso. Uma parte do equipamento fica preso nas costas para alimentar os propulsores que ficam presos no braço da pessoa que fará o voo.

A Gravity Industries, fabricante do equipamento, publicou, nesta terça-feira (29), um vídeo no YouTube de uma simulação de um chamado de emergência nas montanhas da região de Lake District, no noroeste da Inglaterra.

O fundador da empresa e responsável pelo projeto, Richard Browning, realizou voos até sobre a água para exibir as possibilidades que o equipamento pode oferecer em uma situação real.

Segundo o vídeo, um resgate convencional com o uso de automóveis para chegar em uma área montanhosa e isolada leva 25 minutos em um trajeto de estrada de terra. No teste, Richard encontrou a suposta vítima cruzando a paisagem pelo ar e chegando ao local em só 90 segundos.

O jatos propulsores não permitem levar pelo ar mais do que o piloto. Por isso, após os primeiros socorros é necessário acionar algum outro tipo de transporte se for necessário levar a vítima para o hospital. Na simulação, uma criança estava com a perna quebrada e foi necessário o apoio de um helicóptero.

Assista ao vídeo publicado pela Gravity Industries: