Tecnologia

Mais de 22 mil europeus se candidatam para ir ao espaço

Mais de 22 mil europeus se candidatam para ir ao espaço

A Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) recebeu mais de 22 mil candidaturas para a vaga de astronauta, sendo cerca de 25% delas de mulheres - anunciou o órgão nesta quarta-feira (23).

As candidaturas, o triplo do recebido em 2008, são oriundas de 25 países: 22 membros da ESA e três associados. Metade das inscrições é de França e Alemanha.

"Isto é extraordinário e certamente histórico", afirmou o director-geral da ESA, Josef Aschbacher, que vê este número como um "símbolo" do apetite europeu pela exploração espacial.

Apenas entre quatro e seis candidatos cruzarão a linha de chegada até o final de 2022, ao término de um longo processo seletivo de seis etapas.

Pela primeira vez, a ESA também reterá 20 candidaturas adicionais para criar um "cadastro de reserva", e uma para uma pessoa com deficiência.

A França aparece em primeiro lugar, com 7.137 candidatos. Na sequência, estão Alemanha (3.700), Reino Unido (1.979), Itália (1.860) e Espanha (1.344).

Em uma primeira etapa, a ESA selecionará os candidatos, que deverão ter menos de 50 anos, mestrado em ciências, ou em engenharia, e pelo menos três anos de experiência profissional.

Em torno de 1.500 candidatos irão para a segunda fase, que inclui testes psicológicos.