Tecnologia

Instagram adiciona ferramentas para proteger menores de idade

Instagram adiciona ferramentas para proteger menores de idade

O Instagram introduziu nesta terça-feira (27) mudanças destinadas a manter os usuários menores de idade mais seguros, tornando mais difícil encontrá-los na rede social.

As configurações que estão sendo implementadas no Instagram na Austrália, Reino Unido, França, Japão e Estados Unidos incluem um software cirado para detectar "comportamento suspeito" de adultos que tentam se conectar com usuários menores de idade.

"Queremos evitar que os jovens interajam com adultos que eles não conhecem ou de quem não querem ter notícias", disse a empresa em um blog.

As mudanças vêm no momento em que os críticos pedem ao gigante das redes sociais Facebook - o dono do aplicativo - que abandone os planos de uma versão do Instagram projetada para crianças.

Contas criadas por novos usuários do Instagram que ainda não são legalmente adultos serão definidas como "privadas" por padrão, limitando quem mais na rede pode ver as postagens, disse a empresa.

Anteriormente, as pessoas que criam novas contas eram solicitadas a escolher entre contas públicas ou privadas durante o processo de inscrição.

Os usuários jovens que já possuem contas públicas receberão notificações promovendo os benefícios de se tornar privado e explicando como fazê-lo.

"Incentivar os jovens a terem contas privadas é um grande passo na direção certa quando se trata de bloquear o contato indesejado de adultos", disse o Instagram.