Tecnologia

Conheça sites e apps para fazer doações sem precisar sair de casa

Conheça sites e apps para fazer doações sem precisar sair de casa

A pandemia de covid-19 provocou mudanças no mundo todo, afetando não apenas a saúde da população como deixando uma crise socioeconômica que impacta os mais vulneráveis. Diante desse quadro, muitas pessoas se sentem dipostas a ajudar quem precisa. O Monitor das Doações Covid-19, organizado pela Associação Brasileira dos Captadores de Recursos (ABCR), aponta que, nos últimos 15 meses, mais de R$ 7 bilhões foram doados para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Quem deseja fazer parte dessa corrente do bem, sem sair de casa, pode lançar mão de aplicativos e sites que conectam pessoas interessadas em ajudar entidades, organizações não-governamentais e instituições que dão apoio a quem mais precisa. Conheça algumas opções para colaborar com diversas causas:

App Adyou une interação e doação

O aplicativo Adyou nasceu com a intenção de conectar marcas e produtos a consumidores numa rede de "social commerce", transformando interações em dinheiro, revertido para causas apoiadas pela empresa.

Na plataforma, é possível ver o que os amigos e conexões do usuário recomendam como produtos, ter acesso a conteúdo e ofertas e converter as interações com publicidade e compras em doações.

ONG Aldeias Infantis, que atua em prol das crianças, é uma opção para envio de doações

Dentre as entidades apoiadas pelo Adyou estão: Aldeias Infantis SOS Brasil, que luta pelo direito das crianças; AMPARA Animal, que cuida de animais abandonados; e BrazilFoundation, que trabalha no combate à desigualdade e exclusão social, pela preservação do meio ambiente e pela proteção dos direitos humanos, entre outras.

Em vez de festa e presente, doações

Cada vez mais tem sido comum aplicar a ideia de trocar festas de aniversário e presentes por doações. A ideia é convidar amigos e parentes para um encontro virtual e os convidados direcionam para doações a ONGs o valor que pagariam por um presente para o aniversariante.

Para ajudar a concretizar a ação, o site Presente Consciente permite criar uma festa com envio de convites e sugestão de valor dos “presentes virtuais”. A arrecadação é 100% revertida para alguma instituição que o anfitrião escolher.

Envio imediato de recursos

Diversos sites de instituições e entidades que auxiliam populações em vulnerabilidade possuem um recurso que permite a doação imediata de valores. Em geral, essas plataformas contam com um botão "Doe Agora", onde é possível destinar a quantia que se quer encaminhar. Em casos onde os sites das ONGs não têm esse recurso, geralmente há a informação referente a conta bancária ou pix para realização das doações. Dessa forma, é possível colaborar com instituições e entidades como Unicef, Feapan e Fundação Abrinq. Além disso, dentro do app do iFood, de entrega de comida e supermercado, alguns estabelecimentos permitem a compra de marmitas e refeições que serão doadas para entidades cadastradas, ajudando no combate à fome.

Destinação de Nota Fiscal

Consumidores cadastrados no programa Nota Fiscal Paulista podem cadastrar uma instituição no site da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo e doar os recursos arrecadados com as notas ficais para essas ONGs. Apenas organizações sem fins lucrativos podem participar do recurso, atuantes nas áres de Assistência Social, Saúde, Educação, Defesa e Proteção Animal, e Cultura.

No primeiro semestre do ano passado, de acordo com informações da Fazenda, foram liberados cerca de R$ 70 milhões para instituições via cadastro no Nota Fiscal Paulista. Depois que o consumidor cadastra a instituição que deseja apoiar, os cupons fiscais de todas as compras realizadas por ele (em que é informado o CPF) são automaticamente enviados à entidade escolhida. Além dos consumidores paulistanos, outros brasileiros também têm acesso a esse recurso com a Nota Potiguar, Nota Paraná e Nota Gaúcha.

Divulgação também ajuda

Aqueles que desejam contribuir além da doação em recursos pode ajudar a espalhar a mensagem. Ou seja: divulgar as campanhas e ações das instituições que deseja apoiar em suas próprias redes sociais.

Segundo o Global Trends in Giving, 41% das pessoas da América Latina e Caribe disseram que a mídia social é a ferramenta de comunicação que mais os inspira a doar. Dessa forma, vale a pena compartilha as publicações do perfil da ONG desejada ou fazer postos a respeito das campanhas que se quer ajudar, permitindo que mais pessoas vejam a publicação e se inspirem a entrar na causa também.