Política

Revista Crusoé aponta atuação de "homem de Ciro Nogueira" no governo de Jair Bolsonaro

Revista Crusoé aponta atuação de
_Ciro Nogueira e Tolentino (Foto: Divulgação)
_Ciro Nogueira e Davidson Tolentino (Foto: Divulgação) 

O senador Ciro Nogueira, do Progressistas, figura em publicação da Revista Crusoé que trata de um suposto orçamento paralelo do governo de Jair Bolsonaro. 

A publicação informa que atua no governo Bolsonaro um “operador” atrelado ao Progressistas, cujo presidente é o senador piauiense. Trata-se de Davidson Tolentino.

A revista afirma que “sempre que a legenda consegue do presidente de turno aval para aboletar seus homens em ministérios ou estatais, Tolentino está de prontidão, não importa a área”.

E que quase sempre “é colocado bem próximo dos departamentos que envolvem contratos e verbas”.

Ainda que “Tolentino é homem de Ciro Nogueira, o presidente do partido, e seu nome já esteve muitas vezes atrelado a suspeitas de cobrança de propina.”

Crusoé sustenta  que “em 2018, ele foi apontado como o responsável por procurar, em nome do PP, empresários que tinham faturas a receber na pasta". E que, "segundo Tolentino, se quisessem receber, os empresários teriam de fazer um 'alinhamento financeiro' com o partido”.