Política

Quadro de obstrução intestinal | Internado, Bolsonaro fala por vídeo a 'motociata' no AM e alfineta Omar Aziz

Quadro de obstrução intestinal | Internado, Bolsonaro fala por vídeo a 'motociata' no AM e alfineta Omar Aziz

Do leito do hospital Vila Nova Star, em São Paulo, o presidente (sem partido) participou por videochamada da "motociata" em seu apoio que ocorreu hoje (17) em Manaus. Na ligação, Bolsonaro agradeceu os apoiadores no Amazonas, disse que respeita a Constituição e afirmou que o estado precisa de mudanças na política.

Uma das principais lideranças do estado é o presidente da , senador Omar Aziz (PSD), cujo mandato termina em janeiro de 2023 — os mandatos de senadores e deputados começam no dia 1º de fevereiro após as eleições, e não em 1º de janeiro, como os do Poder Executivo.

Um dos organizadores da motociata em Manaus, coronel da reserva do Exército Alfredo Menezes (Patriota), confirmou a declaração do presidente aos apoiadores.

"Ele [Bolsonaro] disse que precisa de renovação, porque do jeito que está não pode ficar. E realmente não dá para ficar assim. Eu digo isso a ele [Bolsonaro]. O estado merece uma renovação. As pessoas estão reagindo a esse pessoal velho", declarou Menezes.

Outro organizador do evento, o empresário Fred Melo, confirmou a declaração do presidente sobre a renovação dos quadros políticos no Amazonas.

Bolsonaro e a política no Amazonas

Menezes é pré-candidato ao Senado e figura constante no Planalto e nas agendas do presidente no Amazonas. De olho na vaga de Omar Aziz, o militar da reserva tem reforçado ataques ao presidente da CPI, numa ação paralela ao tiroteio verbal entre Bolsonaro e o senador do PSD.

Quinto colocado na eleição para prefeito de Manaus em 2020, Menezes teve 110 mil votos contando apenas com acenos do presidente ao nome dele em lives e vídeos no cercadinho na saída do Palácio da Alvorada.

Já Omar Aziz, que se elegeu governador em 2010 e senador em 2014, ficou em quarto lugar na disputa pelo governo do Amazonas em 2018. Dois anos antes, um irmão de Aziz tinha sido alvo da operação Maus Caminhos, que investigou crimes na saúde amazonense. O senador não foi denunciado, nem se tornou réu.

Para aliados de Omar Aziz no Amazonas, a presidência da CPI da Covid se mostrou como uma alternativa para melhorar a imagem do senador. Adversários apostam na sua derrota nas urnas em função da exposição e da aprovação do presidente no Norte. No segundo turno de 2018, Bolsonaro venceu em cinco dos sete estados da região, entre eles o Amazonas, e teve 65% dos votos válidos em Manaus.

Participantes aglomeram sem máscara

Na parte audível do vídeo da ligação, Bolsonaro afirmou que irá remarcar a agenda em Manaus e prometeu que nos próximos meses terá "grande jornada" no Amazonas.

"Queria estar no meio de vocês. Essa presença de vocês, mesmo com a minha ausência, reflete que todos nós estamos na mesma luta pelos nossos direitos, garantia da nossa liberdade e unidade do nosso país", declarou o presidente.

De acordo com os organizadores do evento, cerca de 10 mil motociclistas participaram da "motociata" em Manaus. Sem máscaras e vestidos de verde e amarelo, os participantes se aglomeraram na praia da Ponta Negra e rezaram pela saúde do presidente.