Política

PEDIDO NEGADO: STJ mantém medidas restritivas e Ricardo não poderá participar de eventos noturnos na campanha

PEDIDO NEGADO: STJ mantém medidas restritivas e Ricardo não poderá participar de eventos noturnos na campanha

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Laurita Vaz negou, na tarde desta quinta-feira (24), liminar pedida pela defesa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) para que ele pudesse deixar João Pessoa, relaxando uma medida cautelar imposta no âmbito da Operação Calvário.

Pela decisão, a ministra manteve todas as restrições impostas a partir da Operação Calvário gerando, inclusive sua prisão, quais sejam, tem de se recolher diariamente às 21h, não pode frequentar repartições públicas, nem sair da comarca e também está impedido de contatos com outros envolvidos na referida operação.

Coutinho é presidente da Fundação João Mangabeira, do PSB, com sede na Capital federal, e está impossibilitado de comparecer ao trabalho presencialmente.

“Não concedida a medida liminar de RICARDO VIEIRA COUTINHO, determinada requisição de informações e, após, vista ao Ministério Público Federal (792)”, diz despacho do STJ.

Recentemente, Ricardo conseguiu, no STF, o relaxamento de uma cautelar e retirou a tornozeleira eletrônica que utilizava.