Política

'Não poderíamos nos omitir a apoiá-lo', diz Gleisi ao confirmar aliança do PT com Ricardo

'Não poderíamos nos omitir a apoiá-lo', diz Gleisi ao confirmar aliança do PT com Ricardo

As direções nacional e estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) reafirmaram, nesta quinta-feira (01) a decisão da sigla em retirar o nome do deputado estadual Anísio Maia da disputa pela Prefeitura de João Pessoa e apoiar a postulação representada pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

Mais cedo, dirigentes da sigla no estado já haviam sinalizado o movimento por meio de um manifesto que confirmava o apoio a Coutinho. Para o presidente estadual da sigla na Paraíba, “o PT não pode mais brincar de fazer campanha. Já se foi o tempo do PT disputar eleição só para marcar posição dentro do processo eleitoral”, disse ele durante o evento virtual.

Macedo acrescentou que aposta na unidade da esquerda nas eleições e deu um recado para os militantes da legenda. “Deixo claro para todos os filiados que, em João Pessoa, só temos uma candidatura a prefeito, que é a de Ricardo Coutinho”, ressaltou. Assim como no manifestado publicado pelo partido, durante a live Jackson Macedo lembrou da postura de Ricardo Coutinho durante as crises enfrentadas pelo PT quando estava à frente do Governo Federal.

A presidente nacional da sigla, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PR) informou que a prioridade do partido na Paraíba sempre foi dialogar com partidos como PSB e PCdoB. “As decisões nem sempre são quando a gente espera. Precisaríamos construir uma candidatura nossa, mas isso não poderia ser algo definitivo, pois a política é dinâmica”, afirmou. “Nós tínhamos a candidatura de Anísio, mas dadas as circunstâncias da candidatura de Ricardo, não poderíamos nos omitir a apoiá-lo. Não seria lógico, tendo a candidatura de Ricardo, nós mantermos a nossa candidatura, mesmo com todos os valores de Anísio. Estarmos juntos com Ricardo”, confirmou.

Divergências

Em agosto deste ano, em entrevista exclusiva à Arapuan FM, a deputada Gleisi Hoffmann havia referendado o nome de Anísio Maia como o candidato do partido em João Pessoa. Na época, ela disse que a decisão do partido já havia sido tomada porque havia dúvidas sobre uma postulação de Ricardo Coutinho.

As divergências internas no PT começaram, no entanto, quando Ricardo decidiu, no último dia para a realização das convenções partidárias, lançar seu nome para a disputa e buscar o apoio dos petistas. Apesar da direção municipal ter referendado o nome do deputado estadual Anísio Maia, a direção nacional da sigla decidiu intervir na decisão local, indicando o advogado Antônio Barbosa como vice na chapa do socialista.

Com isso, o Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu a impugnação da candidatura de Anísio, que mantém o nome na disputa e promete ‘resistir’ juridicamente para concorrer ao cargo de prefeito.