Política

MPPB abre inquérito para apurar denúncia de compra de peças de veículos fictícias por parte de prefeitura paraibana

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da promotora de Justiça Sandremary Vieira de Melo Agra Duarte, da promotoria de justiça de Umbuzeiro, determinou a abertura de inquérito civil para apurar supostas irregularidades na compra de peças de veículos por parte da prefeitura municipal de Gado Bravo.

Segundo a promotora, a investigação servirá para apurar denúncia de que as peças de veículos envolvidas na compra são supostamente fictícias. O valor teria sido de aproximadamente R$ 100 mil. A decisão está publicada na edição dessa segunda-feira (6) do Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público.

A promotora ainda estipulou o prazo de 15 dias para que a prefeitura encaminhe os documentos que comprovem a legitimidade das compras, como fotos e notas fiscais que comprovem o fornecimento dessas peças, supostamente compradas para a manutenção da frota veicular do município.

O espaço está aberto para que a prefeitura municipal de Gado Bravo se pronuncie sobre o caso. Clique aqui e veja o documento.