Política

Líderes do PT | Lula e Haddad vão defender auxílio de R$ 600 em encontro com políticos

Líderes do PT | Lula e Haddad vão defender auxílio de R$ 600 em encontro com políticos

Por questões que "segurança" e para evitar manifestações de grupos bolsonaristas, a assessoria do PT e do ex-presidente Lula têm evitado divulgar a agenda que o petista terá com o ex-candidato Fernando Haddad em Brasília. Há a informação, porém, de que a comitiva petista chegará à capital federal por volta das 16h.

Nos encontros que terá com com lideranças políticas com embaixadores, Lula defenderá a criação de um novo auxílio emergencial de R$ 600 aos mais pobres. Dentre os políticos que deverão se encontrar com o ex-presidente, está o ex-senador José Sarney (MDB-MA).

Sob ordens do presidente (sem partido), o Palácio do Planalto irá monitorar o périplo do ex-presidente.

Segundo a assessoria do ex-presidente Lula, o relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), não deverá se encontrar com o petista. Alvo de ataques de bolsonaristas e do Palácio do Planalto, o alagoano tem evitado se expor a críticas.

O UOL apurou que os petistas devem deixar o estado de São Paulo em um voo por volta das 15h.

Elegível

Em abril, o (Supremo Tribunal Federal) manteve uma decisão da Segunda Turma da Corte que anulou os processos do ex-presidente julgados pelo ex-juiz Sérgio Moro, considerado suspeito.

Com a decisão do Supremo, Lula se tornou elegível e deve dividir espaço da pré-campanha com o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Ainda não está definido quem será o candidato à presidência em 2022.