Política

Em debate, Diego do Kipreço, candidato a prefeito de Bayeux diz que vai informatizar escolas e UBS

Em debate, Diego do Kipreço, candidato a prefeito de Bayeux diz que vai informatizar escolas e UBS

O candidato a prefeito de Bayeux, Diego do Kipreço participou, nesta quarta-feira (28), de um debate na Rádio Arapuan. Ele apresentou as propostas e projetos do Plano de Governo e anunciou que vai informatizar todas as escolas e as Unidades Básicas de Saúde, além de criar o Banco do Empreendedor para gerar emprego e renda para quem deseja ampliar o negócio.

Diego disse que é preciso administrar a cidade com honestidade, competência e transparência. “Quero desenvolver o nosso município e trazer mais emprego e gerar mais renda, através do Banco do Empreendedor que vai gerar crédito financeiro para o micro e pequeno empresário. Também vamos implementar equipamentos de transparência e lisura em todos os processos administrativos. É preciso administrar com honestidade, seriedade e construir Bayeux de fato. Precisamos acabar com a corrupção”, comentou.

Diego reafirmou seu compromisso com a saúde, com os trabalhadores e parabenizou pelo dia do servidor. “Quero parabenizar todos os servidores. Dizer que vamos valorizar o servidor da saúde que vem sendo perseguido. Vamos recuperar os postos de saúde, recuperar os aparelhos de saúde, implantar o programa Remédio em Casa para que os idosos recebam seus medicamentos na residência. Tratar o servidor da saúde com decência e pagar os salários em dia. Também vamos criar um Centro de Referência da Mulher”, explicou o candidato.

Na área de tecnologia, Diego falou que vai informatizar todas as escolas e Unidades Básicas de Saúde, além de instalar internet nas praças públicas. “Vamos informatizar e climatizar todas as escolas proporcionando qualidade nas unidades de ensino. Também vamos informatizar todos os postos de saúde, que um seja interligado ao outro e com a UPA. Que seja tudo feito através do sistema. Vamos mudar Bayeux! Estou aqui para construir uma Bayeux de verdade”, concluiu.