Política

Dr. Pessoa prestigia posse da nova diretoria do TJ-PI para o biênio 2021-2022

Dr. Pessoa prestigia posse da nova diretoria do TJ-PI para o biênio 2021-2022

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa prestigiou na noite desta quinta-feira (07) a posse da nova diretoria do Tribunal de Justiça do Piauí, que tem na presidência o Desembargador José Ribamar Oliveira, para o biênio 2021-2022. O desembargador Raimundo Eufrásio assume à vice-presidência da corte.

O evento contou com a presença do governador Wellington Dias, do presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Themístocles Filho e do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Nunes Marques.

O novo presidente que assume o cargo deixado pelo Desembargador Sebastião Martins, ressaltou que chega ao posto com a missão de dar continuidade a uma gestão bem avaliada.

“Caminhamos para a implementação do juízo completamente digital, pois os avanços nessa área possibilitará um judiciário mais célere e mais próximo dos anseios sociais, uma meta ousada, mas que queremos colocar em prática à frente do judiciário piauiense”, afirmou o novo presidente do TJ-PI.

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, destacou a importância da harmonia entre os demais poderes que governam o Estado democrático.

“A Constituição Federal diz que os poderes devem ser independentes e harmônicos entre si. Como chefe do poder executivo municipal, desejo uma boa gestão aos novos desembargadores que assumem a presidência, vice-presidência e corregedoria do judiciário piauiense”, declarou o prefeito de Teresina.

Perfil

Desembargador José Ribamar Oliveira nasceu em Monsenhor Gil, em 20 de dezembro de 1948, Filho de Eusébio Sales de Oliveira e Josefa Vieira de Oliveira. Graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Piauí. Iniciou sua vida pública como Perito Criminal da Secretaria de Segurança do Estado do Piauí. Ingressou na Magistratura como Juiz em 1978. Titular nas Comarcas de São Miguel do Tapuio, Bom Jesus e União; Juiz da 2ª Vara de Família de Teresina por 12 anos, também foi titular da 4ª de Fazenda Pública, que tem competência para todas as matérias fiscais/tributárias; foi membro do Tribunal Regional Eleitoral no biênio 2002/2003; foi membro da diretoria da Associação dos Magistrados Piauienses, 1990 a 1999; foi Conselheiro Fiscal da Associação dos Magistrados Brasileiros. É especialista em Direito Processual Administrativo e cursa atualmente especialização em Direito Fiscal Tributário.

Fonte:Com informações da PMT