Política

Bolsonaro culpa medidas contra Covid por inflação

AASxLAD - Bolsonaro culpa medidas contra Covid por inflação

Foto: Bolsonaro

No mesmo dia em que o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) anunciou que a inflação de 2021 ficou em 10,06%, a maior desde 2015, o presidente Jair Bolsonaro (PL) culpou as medidas restritivas contra a Covid-19 pela alta nos preços.

“Agora, temos problemas. Inflação. Está o mundo todo com esse problema. Você lembra do fique em casa, a economia a gente vê depois? Estamos vendo a economia. O cara ficou em casa, apoiou e agora quer me culpar da inflação”, disse o presidente.

A inflação fechou 2021 muito acima da meta do Banco Centro, que era de 3,75%, com tolerância de 1,5% para mais ou para menos, ou seja, entre 2,25% e 5,25%.

O presidente também disse que o Brasil tem se recuperado melhor na economia do que os outros países. Mas, de acordo com um levantamento da Nexgen Capital, credenciada à XP Investimentos, entre os países do G-220, com as maiores economias do mundo, a inflação no Brasil só fica atrás da registrada na Turquia, entre os países que divulgaram inflação até dezembro de 2021.