Política

Azevêdo diz que reconhecimento do PSB veio de maneira "tardia" e afirma que continua no Cidadania: "Quero ser reconhecido pelo meu partido"

Azevêdo diz que reconhecimento do PSB veio de maneira

O governador João Azevêdo (Cidadania) repercutiu, nesta segunda-feira (20), a declaração dada ao Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan, pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, na última sexta-feira (17), de que o partido está de portas abertas para recebê-lo novamente.

Na avaliação de Azevêdo, as declarações de Siqueira o deixaram feliz, mesmo que feitas de maneira “tardia”. Ele também descartou qualquer possibilidade saída do Cidadania.

“Mesmo tardia, chega tarde o reconhecimento de que o problema causado em 2019 não foi causado por mim, e a verdade dos fatos apareceram”, afirmou Azevêdo, em entrevista à rádio Band News FM.

Sobre a sua permanência no atual partido, João disse estar confortável e afirmou que tem autonomia para tomar decisões. Ele almeja ser reconhecido também por sua legenda.

“Minha situação no Cidadania é extremamente confortável. Estive conversando com o presidente da legenda, Roberto Freire, e tenho autonomia no Estado, nas decisões do partido […]. Quero e desejo permanecer com meu trabalho sendo reconhecido pelo meu partido”, disse.

Na última sexta-feira, Carlos Siqueira ‘abriu as portas’ do partido para o retorno de João Azevêdo à legenda.  “O tapete está estendido e ele será bem-vindo”, disse. Segundo Siqueira, a saída do governador do partido não foi boa para a sigla, mas uma possível volta de Azevêdo é “uma questão pessoal e intransferível, a ser tomada pelo governador”.