Política

Após iniciado julgamento do Caso IDEPI, TCE recomenda atual gestor que estruture o instituto

Após iniciado julgamento do Caso IDEPI, TCE recomenda atual gestor que estruture o instituto

Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

_Imagem (Divulgação) 
_Imagem (Divulgação)  

Em meio aos julgamentos relacionados ao Caso IDEPI, suposto esquema em estradas vicinais no apagar das luzes do governo Zé Filho, o Plenário do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE) recomendou ao atual gestor do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (IDEPI) para estruturar áreas importantes no órgão. 

A decisão traz a necessidade de “recomendação para que o atual gestor do  IDEPI, levando-se em conta o conjunto das análises realizadas em decorrência das várias TCE [Tomadas de Contas Especiais] determinadas no Processo TC/020520/2014, tome providências no sentido de promover a estruturação das áreas de planejamento, gestão e elaboração de projetos, fiscalização e controle interno, de forma a conduzir as obras e serviços de engenharia, sob sua responsabilidade, de acordo com a legislação, normas e procedimentos  técnicos (Lei  Nº  8.666/93,  Lei  Nº  4.320/64,  Lei  Nº  8.429/92,  ABNT,  IBRAOP, DNIT,  dentre  outras),  sob  risco  de  comprometer  vultosos  e  preciosos  recursos  públicos”.

O Caso IDEPI está sendo julgado de forma fatiada pelo Tribunal de Contas do Estado.

Ao todo são mais de 30 tomadas de contas especiais. 

Em outra frente o Ministério Público Estadual [MPE] atua conduzindo ações de improbidade administrativa contra gestores e empreiteiros.

CONLUIO

Enquanto isso empreiteiros e um punhado de agentes de Estado atuam tentando censurar a divulgação de partes do caso.