Política

ABANDONANDO A SIGLA: Roberto Jefferson deixará a presidência do PTB em definitivo

Preso há três meses no presídio de Bango 8, no Rio de Janeiro, o  ex-deputado federal Roberto Jefferson teria avisado a aliados políticos que não seguirá na presidência do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Segundo o jornalista Guilherme Amado, sua sucessora deve ser a atual presidente em exercício da sigla, Graciela Nienov. A legenda irá eleger seu novo comandante em uma convenção agendada para ocorrer no próximo dia 30 de novembro.

Na última semana, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), já havia afastado o ex-parlamentar da presidência do partido por seis meses após pedidos de correligionários. Dessa maneira, Jefferson não estaria autorizado a participar das decisões da cúpula até o início da campanha eleitoral do próximo ano.

A definição do partido a respeito de quem comandará a sigla ocorrerá via convenção virtual. Até o momento, apenas a chapa da atual presidente, Graciela Nienov, está inscrita para a disputa da presidência da legenda.