País

Senador defensor da cloroquina e crítico do isolamento social morre de covid-19

Senador defensor da cloroquina e crítico do isolamento social morre de covid-19

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) morreu no Rio de Janeiro na noite desta quarta-feira (21), aos 83 anos, vítima de Covid-19. O político estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul da cidade.

De acordo com comunicado publicado no perfil do senador no Twitter, Oliveira teve falência dos órgãos em decorrência da Covid (veja abaixo a mensagem).

“Comunicamos que nesta noite (dia 21 de outubro) o Senhor Jesus recolheu para si nosso amado irmão, Senador Arolde de Oliveira. Falecido vítima de Covid e como consequência a falência dos órgãos. A família agradece o carinho e orações. Mais informações à posteriori.”

A internação do senador foi no dia 5 de outubro, conforme confirmou a assessoria de imprensa do político. Até aquela data, porém, não havia informações sobre o estado de saúde dele.

Em outra rede social, José Horácio Gattiboni, sobrinho do senador, publicou uma mensagem se despedindo do tio e lembrando de realizações de Oliveira.

“É com o coração despedaçado que comunico a todos que meu querido tio Senador Arolde de Oliveira acaba falecer. Poucos homens orgulharam tanto e fizeram tanto pelo nosso país.Agora ele se encontra com Aroldinho, Benoni, Eloiza, Valter, Inês, Horácio, Margarida, Zeca, e todos os amigos e familiares que já partiram”, lamentou Gattiboni.

O parlamentar, de 83 anos, era um dos aliados do presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro e criticou o isolamento social durante a pandemia. Além disso, defendia o uso da cloroquina para tratar pacientes dignosticados com a doença.

1 - Senador defensor da cloroquina e crítico do isolamento social morre de covid-19 a - Senador defensor da cloroquina e crítico do isolamento social morre de covid-19