País

Governo de Pernambuco endurece medidas e afirma que vai prender todas as pessoas flagradas em festas com aglomeração

Governo de Pernambuco endurece medidas e afirma que vai prender todas as pessoas flagradas em festas com aglomeração

aglomerações 300x200 - Governo de Pernambuco endurece medidas e afirma que vai prender todas as pessoas flagradas em festas com aglomeração

O governo de Pernambuco anunciou que não vai tolerar mais aglomerações durante este período de restrição no estado. Em anúncio feito pelo secretário de Justiça e Direitos Humanos do estado, Pedro Eurico, ele subiu o tom e avisou que prenderá todas as pessoas flagradas em festas clandestinas, descumprindo as medidas de combate à pandemia de Covid-19. A fala veio após a interdição de um evento com mais de 100 pessoas no Grande Recife.

“Não vamos mais tolerar esse tipo de comportamento. Todos que participam estão praticando um crime contra a saúde pública, previsto no artigo 268 do código penal”, destacou o secretário. Até hoje, nos flagrantes de descumprimento dos decretos estaduais, apenas os organizadores dos eventos eram conduzidos até uma unidade policial: “A partir de agora vamos prender todo mundo. Pode ser aglomeração festiva ou festa clandestina, vai todo mundo preso, não só o responsável”, continuou.

O gestor acrescentou que os flagrantes não serão punidos apenas com notificações: “Todos os participantes serão conduzidos a uma delegacia e responderão a processo criminal. No momento em que você tenta reduzir os índices, estão insistindo. O governo está fazendo do um esforço enorme. Tem que ter um basta. Isso é um processo de desobediência civil em uma crise sanitária”, afirmou Pedro Eurico.

Aglomerações de todas as ordens estão proibidas nos fins de semanas até o próximo dia 17, como medida para estancar o crescimento dos casos do novo coronavírus. Na noite de ontem, a festa Experience Private recebeu a visita das equipes do Procon-PE, com o apoio da Apevisa, Bombeiros e a PM. Segundo o Procon-PE, o evento foi organizado por redes sociais e prometia dois dias em uma fazenda na cidade de Moreno: “Na hora que a fiscalização chegou na festa, por volta das 21h, diversas pessoas estavam dançando e praticamente todas sem máscara”, explicou o órgão, em nota.

Além da aglomeração e da falta de exigência do uso das máscaras, a blitz também encontrou 27 comprimidos de êxtase, sete cigarros de maconha, um recipiente com um pó branco que se presume ser cocaína e três caixas contendo a solução denominada de Nosvosoro (cloridrado de nafazolina). O órgão identificou os responsáveis pela festa, que foram levados à Delegacia de Plantão de Jaboatão dos Guararapes. As informações são do UOL.

Ainda de acordo com o Procon-PE, no primeiro fim de semana de medidas mais restritivas, oito estabelecimentos foram interditados na Região Metropolitana do Recife.