Mundo

Morre Champ, cachorro do presidente dos Estados Unidos

Morre Champ, cachorro do presidente dos Estados Unidos

Champ, um dos cães da família de Joe Biden, morreu, anunciou o presidente dos Estados Unidos no sábado (19), descrevendo o pastor alemão como "uma companhia constante e amada nos últimos 13 anos".

Os Bidens reviveram a velha tradição do mascote presidencial que foi rompida com o ex-presidente Donald Trump, e chegaram à Casa Branca com Champ e Major, dois pastores alemães.

"Champ morreu pacificamente em casa", disse o Bidens em um comunicado. "Nós vamos sentir falta dele para sempre."

Major, o outro pastor alemão dos Bidens, teve problemas para se ajustar à Casa Branca.

Em março, ele foi levado por alguns dias para a casa da família Biden em Delaware após um incidente de mordida e em abril ele passou por "treinamento adicional", disse o porta-voz da primeira-dama.

Biden atribuiu o comportamento não presidencial de Major ao encontro muitas vezes inesperado com agentes do Serviço Secreto em qualquer canto do complexo da Casa Branca.

  • Depois de 4 anos, os bichinhos de estimação vão voltar à Casa Branca. No dia 20 de janeiro, quando Joe Biden assume a presidência dos EUA, os pastores alemães Major e Champ Biden vão se mudar para a residência oficial do presidente
  • Os eleitores de Biden já conheciam os cachorros, que aparecem vez ou outra nas redes sociais do presidente e da nova primeira-dama dos EUA, Jill Biden. No Natal, Jill compartilhou um vídeo dos dois pets desejando feliz Natal aos seguidores
  • Champ entrou na família em 2008, depois que Barack Obama venceu as eleições, e em 2018, Biden adotou Major de um abrigo para animais em Delaware
  • Segundo a NBC News, Biden escolheu o nome Champ, diminutivo de 'champion', ou campeão, em inglês, como homenagem ao pai, que costumava falar 'levanta, campeão', quando ele estava triste
  • A forma como Major entrou na família também é bastante emocionante. A filha do novo presidente, Ashley, enviou para a família um post no Facebook sobre 6 filhotes de pastor alemão que estavam com problemas de saúde e precisavam de um novo lar. Os seis cachorros tinham sido contaminados com toxinas e estavam hospitalizados
  • Biden entrou em contato com o abrigo e adotou Major. O cachorro agora será o primeiro cão adotado a morar na Casa Branca
  • Biden retoma a tradição de presidentes terem bichinhos de estimação na Casa Branca. Trump foi o primeiro presidente desde 1860 a não levar nenhum animal para a residência oficial na Avenida Pensilvânia, número 1600
  • Na época de Obama, o ex-presidente levou o cachorro Bo, com quem brincava nos corredores vazios da Casa Branca
  • Apesar de cachorros serem os animais mais populares entre os presidentes, outros animais já moraram na Casa Branca. John F. Kennedy tinha pôneis, Calvin Coolidge tinha um gato, Teddy Roosevelt tinha um galo de apenas uma perna e Thomas Jefferson deixava filhotes de urso soltos pelo jardim