Mundo

Melbourne suspende toque de recolher, mas mantém restrições

Melbourne suspende toque de recolher, mas mantém restrições

A Austrália vai suspender o toque de recolher imposto na cidade de Melbourne, a segunda mais populosa do país, na madrugada de segunda-feira (28) depois que o número de casos de covid-19 recuaram, informaram as autoridades do estado de Victoria neste domingo (27).

“Estamos tendo um, dois ou três casos de infecções locais por dia, então... Sou da opinião, compartilhada pela equipe de saúde pública, que o toque de recolher não é uma medida necessária”, disse o chefe de Saúde do estado de Victoria, Brett Sutton, a emissora de TV ABC.

O governo vitoriano, que representa mais de 20% da economia australiana, ordenou no dia 9 de julho o confinamento de Melbourne, com mais de 5 milhões de habitantes, devido ao surto que começou depois do não cumprimento das normas no centros de quarentena para viajantes do exterior.

A suspensão do toque de recolher entrará em vigor a partir de segunda-feira e é a segunda etapa do programa gradual de desconfinamento desenhado pelas autoridades e que, conforme anunciado, pode durar até o final do ano.

Mesmo sem o toque, o governo mantém medidas como a restrição de aglomerações públicas a um máximo de cinco pessoas, a obrigatoriedade do uso de máscaras nos espaços públicos ou o fechamento do salão de cafetarias e restaurantes, que só podem servir comida e bebida para levar.

A próxima etapa do roteiro pode ocorrer no dia 19 de outubro, uma semana antes do planejado e a previsão é que as aulas presenciais sejam permitidas em centros educacionais a partir de 12 de outubro, anunciou Daniel Andrews, chefe do governo do Estado de Victoria.

Victoria registra atualmente 20.129 infecções, das 27.016 que a Austrália acumulou desde o início da pandemia, e 782 das 870 mortes no país oceânico.