Mundo

França | Paris: ataque a faca próximo à antiga sede do Charlie Hebdo deixa feridos

França | Paris: ataque a faca próximo à antiga sede do Charlie Hebdo deixa feridos

A polícia de Paris informou que duas pessoas ficaram feridas em um ataque a faca perto do antigo escritório do jornal satírico Charlie Hebdo. Um suspeito foi preso.

Inicialmente as autoridades haviam informado que quatro pessoas ficaram feridas, mas revisou o número, sem explicar a discrepância.

A polícia isolou a área, incluindo o antigo escritório do Charlie Hebdo, depois que um pacote suspeito foi encontrado nas proximidades, mas nenhum explosivo foi encontrado.

A agressão, que coincide com o julgamento do atentado de 2015 contra a redação do veículo, teria sido cometida por uma única pessoa, esclareceu ainda a polícia, depois de se referir a dois autores.

Emmanuel Gregoire, vice-prefeito da cidade, pediu que a população evite área. Alunos de escolas que ficam na região foram confinados.

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, anunciou a criação de uma célula de emergência na sede do Ministério do Interior.

Embora a motivação ainda não esteja clara, o ataque ocorre no momento em que a França julga 11 acusados de cumplicidade no atentado que dizimou a redação do semanário satírico em 7 de janeiro de 2015, matando 12 pessoas, incluindo os principais cartunistas da publicação e policiais.

Na semana passada, em virtude do processo, a redação publicou novas caricaturas do profeta Maomé, que estiveram na origem do atentado ocorrido há cinco anos.

A Al Qaeda, que reivindicou os ataques de 2015, prometeu novos ataques contra a redação do jornal satírico.

* Com informações de AP, AFP, RFI e Reuters