Geral

Tilt | Por que a missão Inspiration 4, da SpaceX, é mais importante do que outras

Tilt | Por que a missão Inspiration 4, da SpaceX, é mais importante do que outras

Nesta quarta-feira (15), quatro pessoas comuns irão ao espaço, na missão Inspiration4, da SpaceX. Será a primeira viagem totalmente civil à órbita da Terra — e um ambicioso teste para a popularização do turismo espacial.

Os quatro tripulantes — Jared Isaacman, Sian Proctor, Chris Sembroski e Hayley Arceneaux — viverão uma jornada de três dias ao redor de nosso planeta. Eles serão lançados por um foguete Falcon 9, a partir da base do Cabo Canaveral, na Flórida.

A decolagem está prevista para as 21h (horário de Brasília) de quarta-feira, podendo ser alterada por condições climáticas, e será transmitida ao vivo no canal do Youtube da SpaceX. O projeto também está sendo documentado por um seriado da Netflix, chamado "Countdown: The Inspiration4 Mission to Space".

O que vai rolar?

A Inspiration4 é uma prova de conceito de que uma missão espacial não-profissional, apenas com civis dentro de um foguete, dá certo. Ela vai chegar mais alto que a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) e que o Telescópio Espacial Hubble, antes de retornar à Terra, em um mergulho na costa da Flórida.

Durante os três dias, os tripulantes terão a chance de observar as estrelas e nosso planeta de um ponto de vista privilegiado, além de realizar experimentos científicos e monitorar os instrumentos da nave — que, além de ser autônoma, com tecnologia de ponta, será o tempo todo supervisionada pelos controladores em terra.

O bilionário norte-americano Jared Isaacman, 38, será o comandante da missão. Fundador da empresa de pagamentos Shift4Payments, ele é um habilidoso piloto de jatos e entusiasta espacial, e foi quem presenteou os outros três com a viagem.

Apesar de serem pessoas comuns, os quatro foram preparados para a viagem por cerca de seis meses. Foi uma espécie de mini curso intensivo de astronauta, com treinamentos em simuladores de voo e de microgravidade, aulas teóricas, testes de conhecimentos e provas físicas. Eles até escalaram uma montanha congelada juntos.

Inspiration4 da SpaceX: membros da missão Chris Sembroski, Hayley Arceneaux, Jared Isaacman e Sian Proctor (da esq. para dir.) - Inspiration4/John Kraus - Inspiration4/John Kraus
Os membros da missão em treinamento
Imagem: Inspiration4/John Kraus

Por que é importante?

Empresas privadas e grandes nações estão de olho na indústria espacial. O sonho futurista de viver e trabalhar no espaço, sem precisar ser um astronauta profissional, pode virar realidade com o sucesso da missão Inspiration4.

A SpaceX quer provar que, um dia, viagens espaciais podem ser simples como pegar um avião comercial, para qualquer pessoa.

A cápsula usada nesta quarta será a Crew Dragon "Resilience", a mesma que levou os astronautas da Crew-1 para a Estação Espacial e retornou em abril — mais um ponto positivo para a tecnologia da empresa, reutilizável e mais barata.

Missões anteriores já enviaram bilionários em vôos suborbitais, alguns turistas no ônibus espacial ou até visitantes para a ISS — mas sempre junto com experientes astronautas norte-americanos ou russos. Esta é a primeira unicamente com amadores.

A Inspiration4 também tem um lado filantrópico: Isaacman quer arrecadar US$ 200 milhões para o hospital infantil St. Jude, especializado em pesquisa e tratamento de câncer. Ele próprio doará metade desse valor.