Geral

RJ: Polícia matou 797 nas favelas | Mortes aconteceram em 9 meses, apesar das restrições do STF

RJ: Polícia matou 797 nas favelas | Mortes aconteceram em 9 meses, apesar das restrições do STF

As polícias do estado do Rio de Janeiro mataram 797 pessoas durante operações nas favelas fluminenses nos últimos nove meses. Destas, 85% foram apenas na Região Metropolitana. As mortes aconteceram apesar do (Supremo Tribunal Federal) restringir operações policiais nas comunidades do estado durante a pandemia do novo coronavírus.

Os dados dos resultados das operações policiais de outubro do ano passado a março deste ano são do Geni (Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos) da UFF (Universidade Federal Fluminense) e foram divulgados neste domingo pelo jornal inglês "The Guardian".

De acordo com o veículo, entre junho e setembro de 2020, as operações policiais nas favelas do estado caíram 64% em relação ao mesmo período de 2019. No mês seguinte, no entanto, já sob o governo de Cláudio Castro (PSC), que assumiu o Rio de Janeiro em agosto, elas aumentaram 38% em relação ao mês anterior.

Ainda segundo o jornal, nos nove meses seguintes, houve em média quase uma operação por dia nas comunidades do Grande Rio.

Além da decisão de restringir as operações nas favelas fluminenses durante a pandemia, o Supremo também questiona a política de segurança pública fluminense através da ADPF (Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental) 635, que tem relatoria de Edson Fachin.

Nesta sexta-feira (16), aliás, Fachin pediu um "basta" à violência contra negros no estado.