Geral

PRESO EM FLAGRANTE! Palestrante conhecido como Master Coach é acusado de agredir namorada em bar de João Pessoa

PRESO EM FLAGRANTE! Palestrante conhecido como Master Coach é acusado de agredir namorada em bar de João Pessoa

O palestrante Gabriel Cortez está sendo acusado de agredir sua namorada Elo Bassaco na noite deste domingo (21), em um bar de João Pessoa.

De acordo com informações de testemunhas, ele teria rasgado a roupa de Elo ainda no bar. Segundo a delegada da Mulher, Eliane Medeiros, Gabriel teria começado a espancar a namorada no bar em Tambaú. As agressões continuaram no apartamento do casal, no bairro de Manaíra. A Policia Militar foi acionada, e Gabriel foi levado para a central de policia.

Na delegacia, a Elo não quis prestar queixa contra o namorado. Mesmo assim, a delegada prendeu o Gabriel em flagrante, pois no corpo de Elo haviam vários hematomas.  O palestrante vai passar pela audiência de custódia, onde o juiz decidirá se a prisão será mantida.

VEJA RELATO DE UMA TESTEMUNHA:

Gabriel é conhecido na mídia nacional e já esteve em programa como o de Fátima Bernandes. De acordo com seu site atualmente ele trabalha como Advogado, Coordenador e Professor em cursos preparatórios para carreiras jurídicas, com livro pela Editora Juspodivm. Mentor para provas, Master Coach Integral Sistêmico pela FEBRACIS e Palestrante.   Gabriel se diz apaixonado pela vida humana e por seu desenvolvimento integral.

O casal morava em Curitiba, mas há algumas semanas estão em João Pessoa. Em suas redes sociais Gustavo mostrava momentos com a namorada nas praias da capital.

Em nota a defesa de Gabriel negou as acusações:

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre a notícia de que o Sr. Gabriel Cortez teria agredido sua companheira.

Já dizia um ditado popular, (Uma mentira contada várias vezes, acaba se tornando uma verdade).

A defesa vem a público esclarecer no mais, que o próprio Ministério Público da Paraíba, emitiu parecer favorável à LIBERDADE provisória do Sr Gabriel, por entender que os fatos narrados em sede policial devem ser melhor esclarecidos na instrução processual.

Dra. Dayane Carvalho Advogada”