Geral

Pastor da Assembleia de Deus é acusado de dilacerar genitália de adolescente

Pastor da Assembleia de Deus é acusado de dilacerar genitália de adolescente

Um pastor da Igreja Assembleia de Deus em Camboriú, Santa Catarina, identificado pelo primeiro nome de Clair, está foragido da policia, acusado de haver estuprado 6 adolescentes entre 13 e 15 anos.

A informação foi publicada pelo repórter investigativo Paulo Roberto, que publicou as informações em sua conta no Facebook e, foi comentada pelo canal Fala Zion, que já vinha acompanhando esse caso de perto.

O pastor auxiliava na igreja Assembleia de Deus da rua Sasafras, no bairro Tabuleiro, e os casos só foram descobertos porque segundo denuncias, ele levou uma menor para um motel, amordaçou a menina e dilacerou as genitais da vítima.

Ela teve que ser internada e no hospital relatou tudo o que aconteceu, fornecendo o nome do pastor e contando sobre outras vítimas. Os estupros vinham acontecendo a mais de dois anos. A policia agora segue à procura do pastor, que esta foragido.

Novos detalhes sobre o caso foram revelados no vídeo publicado pelo Zion.