Geral

'Não é lugar de vender maconha': Empresário é acusado de agredir e humilhar criança que vendia doces no Parque Cabo Branco

'Não é lugar de vender maconha': Empresário é acusado de agredir e humilhar criança que vendia doces no Parque Cabo Branco

Um empresário está sendo acusado de humilhar  e agredir uma criança que vendia doces no Parque Cabo Branco, localizado na orla de João Pessoa, o homem que é proprietário do local foi filmado por uma cliente; no vídeo narrado pela mulher, ela conta que o idoso teria parado a música ao vivo e humilhado a criança que vendia doces.

O idoso apareceu em outro vídeo gritando: “aqui é um lugar sério. Não é lugar para vender maconha, não.” Ele foi rebatido pela população, sendo chamado de “imbecil” e “velho safado”. A mulher que gravava o vídeo chegou a dizer: “tem prova? Tem que provar que ela estava vendendo maconha?”

Testemunhas disseram que a menina apanhou e teve um dos olhos machucados pelo empresário Herbert Maia, dono da Construtora Hema.

Frequentadores do parque se solidarizaram  com a garota e ficaram em volta dela enquanto o idoso fazia ataques verbais à menina.

“Todo mundo está de prova aqui e indignado! O dono daqui, um senhor, agrediu ela. Ele acha que é o que? o dono do mundo porque ele tem dinheiro?”, reclamou uma mulher que gravou o vídeo.

confira o vídeo:

Segundo informações do ClikPB, a polícia militar foi acionada e, “por sua vez, acionou o Conselho Tutelar, que ficou com a vítima.” Também de acordo com a PM, o homem teria fugido do local, não sendo encontrado pelos policiais.