Geral

Mais calor amanhã | Com 37,1ºC, São Paulo tem 2ª temperatura mais alta já registrada na história da cidade

Mais calor amanhã | Com 37,1ºC, São Paulo tem 2ª temperatura mais alta já registrada na história da cidade

Com 37,1ºC, São Paulo registrou, na tarde de hoje, a maior temperatura de 2020 e a segunda maior da história da cidade. A informação foi confirmada pelo Climatempo em contato com UOL, por telefone.

A temperatura foi registrada na estação automática do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista. O recorde anterior, de 34,9ºC, havia sido registrado no dia 27 de setembro.

Ainda de acordo com Climatempo, a previsão é de mais calor amanhã, com máxima de 38ºC. Se isso se confirmar, será a maior temperatura já registrada desde 1943, quando começaram as medições oficiais do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) .

O recorde histórico ocorreu no dia 17 de outubro de 2014, quando a máxima chegou a 37,8ºC.

O Brasil deve passar por um episódio de calor jamais registrado durante os próximos dias, segundo previsão da MetSul Meteorologia. Nesta semana, a temperatura deve ficar acima dos 40ºC no Sul, no Centro-Oeste e no Sudeste do país. No interior do Estado de São Paulo, a máxima pode chegar a 44ºC, especialmente nas regiões Oeste e Noroeste.

O fenômeno é consequência da massa de ar seco e quente que cobre o Brasil Central e gera uma gigante bolha de ar quente, as chamadas cúpulas de calor ou 'heat dome'. A área de alta pressão em altitude gera movimentos de descida na atmosfera com calor extremo e tempo muito seco.

A forte estiagem com baixa disponibilidade de umidade no solo acaba agravando a situação e cria-se um mecanismo em que o tempo seco agrava o calor e o calor agrava o tempo seco, gerando ainda maior evapotranspiração.

Como se proteger do calor

O calor extremo pode causar sintomas como irritação, cansaço durante o dia, dores de cabeça e tontura. A seguir, algumas dicas de como se proteger do calor.