Geral

Geraldo Medeiros rebate críticas de Bruno Cunha Lima após novos dados da covid-19 no estado: "Neófito em gestão pública"

Geraldo Medeiros rebate críticas de Bruno Cunha Lima após novos dados da covid-19 no estado:

O secretário estadual de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, rebateu as críticas feitas pelo prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), neste fim de semana, após a última avaliação do Plano Novo Normal feito pelo governo do estado, que classificou a cidade como bandeira laranja.

Geraldo chamou Bruno de “neófito em gestão pública”, em outras palavras novato, e disse que quem faz os cálculos de transmissibilidade é a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e não o governo do Estado.

“É compreensível essa dúvida do prefeito, que é um neófito em gestão pública, e necessita apreender a interpretar e calcular o índice de transmissibilidade, que não é calculado pelo governo e sim pela Universidade Federal da Paraíba, por seu departamento de estatísticas”, contestou Geraldo, em entrevista ao Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan.

Os questionamentos de Bruno começaram após o governo divulgar a nova avaliação do Plano Novo Normal, no último sábado (7), que classificou Campina Grande na bandeira laranja. Nas redes sociais, Bruno disse que a cidade não poderia ser penalizada “por estar ajudando irmãos de outras cidades“.

No domingo, o prefeito participou de reunião com o governador João Azevêdo (Cidadania), o presidente Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Adriano Galdino (PSB), e representantes dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas do Estado, e a prefeitura de João Pessoa, para tratar de novas medidas de combate à covid-19.

Após a reunião, Bruno fez uma live nas redes sociais questionando a forma de como a secretaria estadual de saúde vem gerindo a situação de pandemia no Estado, divulgando dados sobre leitos de UTI na Paraíba, que foram rebatidos pela secretaria nesta segunda-feira.