Geral

Exame começa amanhã | Enem 2020: estou com sintomas de covid-19, e agora?

Exame começa amanhã | Enem 2020: estou com sintomas de covid-19, e agora?

Quem acordar neste fim de semana e apresentar qualquer um dos sintomas da covid-19 —como febre, tosse seca e dor de garganta— não deve fazer o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020, cujas provas da edição impressa estão marcadas para começar neste domingo (17). O segundo dia do Enem impresso acontece em 24 de janeiro. Já o Enem digital está marcado para os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

A orientação é do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pela realização do exame, que fala na preservação da segurança e saúde coletiva. Os candidatos, no entanto, não devem perder a oportunidade de fazer as provas —eles poderão solicitar a participação na reaplicação do Enem, que será realizada nos dias 23 e 24 de fevereiro.

No Amazonas, um decreto do governo estadual suspendeu a realização do Enem por conta da alta de casos de covid-19 e do colapso no sistema de saúde no estado. Ainda não se sabe quando os candidatos amazonenses farão o exame, mas a expectativa é que eles participem das provas de reaplicação, em fevereiro.

O edital do Enem 2020 prevê que quem estiver com a covid-19 ou com outras doenças infectocontagiosas (como coqueluche, influenza, sarampo ou varíola - veja a relação completa mais abaixo) pode participar da reaplicação do exame. Para esses casos, há dois cenários possíveis que podem levar o candidato a pedir a reaplicação.

O primeiro diz respeito aos participantes que tiverem recebido o diagnóstico da doença antes da aplicação do exame. Nessa situação, o candidato deve comunicar a condição ao Inep, por meio da Página do Participante, também antes da realização da prova. Para fazer o pedido da reaplicação, será necessário apresentar um documento legível que comprove a doença.

Esse documento deve conter: o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10) e também a assinatura e identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente. Além disso, é obrigatório que o documento tenha a data do atendimento. Ele deve ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.

Já os candidatos que apresentarem sintomas da covid ou de outras doenças infectocontagiosas na véspera ou no dia da prova devem, além de registrar o ocorrido na Página do Participante, entrar em contato com a central de atendimento do Inep (0800 616161) e relatar a condição. Segundo o Inep, o procedimento é necessário para agilizar a análise dos casos pelo instituto.

Os participantes que solicitarem a reaplicação do Enem devem consultar a Página do Participante para saber se o pedido foi aprovado ou reprovado.

As doenças infectocontagiosas previstas no edital do Enem 2020 são:

@uol

Respondendo a @vitoria09090 sobre o que fazer se você contrair Covid-19 antes do #Enem #TokdoEnem #Enem2021

♬ Mozart 's a Little Night Music - Classical Music

Medidas de segurança

Apesar de terem sido adiadas para janeiro de 2021, as provas do Enem 2020 ainda acontecerão em meio à pandemia do coronavírus. Por isso, uma série de adaptações, que vão desde o uso obrigatório de máscara durante toda a prova até a redução do número de candidatos por sala, tiveram de ser adotadas.

Quem comparecer ao local de aplicação do exame sem a máscara, por exemplo, será proibido de entrar. Além disso, candidatos que se recusarem a usar a máscara dentro das salas de prova serão eliminados do exame.

Segundo o Inep, as máscaras serão verificadas pelos fiscais para evitar possíveis infrações. Nos locais de prova, serão disponibilizados recipientes com álcool em gel e, no banheiro, os participantes serão orientados a lavar as mãos com água e sabão, antes e após o uso.

Ainda de acordo com o instituto, a ocupação das salas de aplicação será reduzida e haverá maior distanciamento entre as carteiras. Além disso, a orientação é para que janelas e portas dos locais de prova permaneçam abertas para possibilitar o máximo de ventilação natural dos ambientes.