Geral

Baixa umidade | SP: múltiplos focos de incêndio provocam chuva de fuligem e afetam qualidade do ar

Baixa umidade | SP: múltiplos focos de incêndio provocam chuva de fuligem e afetam qualidade do ar

Múltiplos focos de incêndio levaram a registros de chuva de fuligem em diversas cidades de São Paulo, que já estavam em alerta pela baixa umidade do ar em meio a estiagem comum nesta época do ano. Em Araraquara e na região de Ribeirão Preto, o nível de poluição atingiu o pior estágio na medição da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).

Pelas redes sociais, moradores de municípios interioranos, como Campinas e Valinhos, registraram a sujeira que surgiu nas residências e se queixaram dos sintomas físicos consequentes do tempo seco, como desconforto nos olhos e dificuldades para respirar. De acordo com a Cetesb, a qualidade na região é "moderada", mas a medição pode ser alterada com os dados dos incêndios mais recentes.

Apesar da Companhia não indicar uma piora na qualidade do ar, os relatos dão conta de que a quantidade de fuligem e fumaça no interior de São Paulo piorou no final da tarde. As informações no site da Cetesb são atualizadas de hora em hora.

Ainda segundo a Cetesb, as únicas regiões que registram qualidade do ar "muito ruim" são Araraquara, Ribeirão Preto e seus arredores, que estão em nível "N4", o pior na escala usada pelo órgão, que mede a concentração de poluentes por m³ de ar.

Na capital São Paulo e Região Metropolitana, nenhum ponto chegou ao N4. Apenas as áreas de Perus, Pico do Jaraguá e Cidade Universitária chegaram ao terceiro nível, considerado "ruim".

Apenas nas últimas 24h, foram registrados incêndios de proporções médias em Campinas, Oriente - já na região de Marília - e Luís Antônio, próxima a São José do Rio Preto.

Já na cidade de Catiguá, também atingida por uma queimada de proporções consideráveis, as aulas foram suspensas e a população convocada a ficar dentro de casa na tarde de hoje.

Além dos registros divulgados por autoridades, moradores do interior paulista relatam pequenos focos de incêndio espalhados por toda a região.

Segundo meteorologistas, a situação do ar deve melhorar em partes de São Paulo a partir de amanhã, com a chegada de uma frente fria que traz chuvas para sul e oeste do estado, apesar de o tempo continuar firme na capital.

O InMet (Instituto Nacional de Meteorologia) detalhou ainda que algumas cidades podem alcançar a faixa dos 40 mm de chuva acumulada nos próximos dias, quando a média estimada para o mês de setembro fica entre 18 e 54.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

Apenas assinantes podem ler e comentar

Avaliar:
UOL - O melhor conteúdo

Só assinantes do UOL podem comentar

Ainda não é assinante? Assine já.

Se você já é assinante do UOL, faça seu login.

sair

O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor
Responder Respostas ({{ comment.reply_count }}) Excluir
Escolha do editor
Excluir Denunciar