Esportes

'Vai lá apanhar' | Rafaella defende Neymar após crítica de Galvão Bueno

'Vai lá apanhar' | Rafaella defende Neymar após crítica de Galvão Bueno

Galvão Bueno criticou a irritação de Neymar com as faltas cometidas pela seleção peruana. Após uma entrada de Lapadula aos 17 do segundo tempo, ele comparou a reação o camisa 10 da seleção brasileira com as de Lionel Messi, que também costuma "ser caçado" em campo.

"Calma, Neymar, calma. Isso que falta um pouquinho no Neymar. Você não vê o Messi fazer isso. Falta um pouquinho ainda ao Neymar esse autocontrole porque o Messi apanha tanto quanto ele", disse Galvão.

Incomodada com a fala do profissional da TV Globo, Rafaella, irmã do atacante, rebateu o comentário feito pelo narrador nos stories no Instagram.

"Galvão para de querer ficar comparando Neymar e Messi. Não existe isso, para com isso, meu filho. Os dois são caçados, os dois apanham, legal. Vai lá você entrar em campo e apanhar como ele apanha e não tem que falar nada. Que conduta o quê. Não é você que sente dor depois do jogo não, né. Me poupe", disse ela.

Ao marcar o segundo gol da vitória do Brasil contra o Peru nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, Neymar se tornou o maior artilheiro da seleção brasileira em Eliminatórias da Copa do Mundo. O camisa 10 ultrapassou Zico e Romário e, com 12 gols, passou a liderar a lista.

O 12º gol de Neymar não teve um grau de dificuldade tão alto: Everton Ribeiro chutou, o zagueiro desviou antes de o goleiro chegar na bola e, com Gallese caído, o atacante brasileiro só empurrou para o fundo da rede. Neymar chegou a 69 gols, em 113 jogos com a camisa do Brasil.