Esportes

undefined | Silvana e Tatiane avançam para as oitavas de final no surfe

Após o sucesso de Ítalo Ferreira e Gabriel Medina no masculino, classificados para o Round 3 (oitavas) do surf, a cearense Silvana Lima e a gaúcha Tatiane Weston-Webb repetiram o sucesso dos compatriotas e, no início da madrugada deste domingo (25), garantiram vaga nas oitavas de final da modalidade das Olimpíadas de Tóquio.

Classificada em segundo lugar, Silvana brasileira fez 12.13 pontos e ficou atrás apenas da australiana Stephanie Gilmore, que ocupa o 5º lugar no ranking da WSL e que findou a primeira bateria com 14.50.

Já Tati fechou a bateria em primeiro lugar com 11.33 pontos, deixando para trás a francesa Johanne Defay. O resultado garantiu o 100% de aproveitamento do Brasil na modalidade, tanto no masculino, quanto no feminino.

Aos 36 anos, Silvana Lima vive o auge na carreira. No surfe profissional desde 2006, ela foi considerada a melhor surfista do país por oito vezes e bateu na trave duas vezes no campeonato mundial, ficando com a segunda colocação em ambas. A trajetória da cearense, nascida em Paracuru, foi atrapalhada pelas várias lesões que teve ao longo dos anos; isso, inclusive, fez com que ela deixasse de figurar entre as principais do planeta.