Esportes

Do outro lado | Tchê Tchê enfrenta o Boa Esporte, mas com camisa do Atlético-MG

Do outro lado | Tchê Tchê enfrenta o Boa Esporte, mas com camisa do Atlético-MG

Os jornais em abril de 2015 noticiavam: "Danilo Neves defenderá o Boa Esporte na Série B". A permanência do jogador no clube de Varginha não duraria muito tempo, mas está registrada na carreira daquele que depois passou a ser reconhecido nacionalmente como Tchê Tchê.

Depois de seis anos, o volante reencontra o Boa Esporte, dessa vez com a camisa do Atlético-MG, hoje (18), às 16h, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro. O jogador, que pode ser mantido no time titular após uma estreia não tão feliz — derrota no clássico com o Cruzeiro —, é uma das peças de confiança de Cuca, que ainda está em busca do time titular ideal.

Com a camisa do Boa Esporte, Tchê Tchê atuou apenas em três jogos na Série B de 2015 e somou apenas 85 minutos em campo. Ele jogo contra Ceará [empate em 0 a 0], Náutico [derrota por 1 a 0] e Sampaio Corrêa [derrota por 3 a 0].

"Quando a gente joga contra a gente percebe, tem a coisa da torcida, da massa [torcida do Atlético-MG]. Tive diversos amigos que jogaram aqui, meu irmão já conviveu aqui com muitos atletas. Sempre que estive aqui em treinamentos ou jogava contra me via vestindo essa camiseta. É um momento muito feliz para mim, me sinto realizado, minha família está muito contente também. Meu pai ficou muito feliz com minha vinda para cá. Tenho certeza que será uma fase muito abençoada na minha vida ao lado dos meus companheiros com essa camisa do Galo", disse em sua apresentação oficial na Cidade do Galo.

Apesar de seu apelido ser antigo, Tchê Tchê foi tratado como Danilo pelo menos nas chamadas jornalísticas quando de sua chegada ao Boa. "Apelido é uma coisa de criança, recebi o apelido eu tinha 14 anos, de um grande amigo meu, que é amigo até hoje. Era alguém parecido comigo do bairro dele, não gostei na época, acabou pegando e está aí até hoje. Provavelmente 90% do pessoal que me conhece, é pelo apelido, e não por Danilo", comentou em sua primeira entrevista pelo Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X BOA ESPORTE

Motivo: 10ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e Horário: 18 de abril de 2021, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Ronei Cândido Alves
Assistentes: Felipe Alan Costa e Douglas Almeida Costa

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Tchê Tchê (Zaracho) e Nacho Fernández; Savarino, Keno e Eduardo Vargas. Técnico: Cuca

BOA ESPORTE: Carlos Miguel; Yuri Ferraz, André, Gabriel e Mateus Müller; Tiago Peralta, Dieguinho, Romeu (Carlos César), Léo Coca; Fabinho e Jefferson. Técnico: Gabardo Júnior