Esportes

Sul-Americana: Coquimbo x Defensa y Justicia é adiado por casos de Covid-19

Classificação e Jogos

Após o diagnóstico positivo para covid-19 de três jogadores do Defensa y Justicia, a semifinal da Copa Sul-Americana entre o time argentino e o Coquimbo, do Chile, foi adiada. A informação foi confirmada em nota divulgada pela Conmebol no início da noite.

Mais cedo, o Seremi, autoridade sanitária do Ministério da Saúde do Chile, determinou que toda a delegação do Defensa, composta por 56 pessoas, permaneça em quarentena por onze dias no hotel, segundo informações do site 'LaTercera'.

Em comunicado, o Defensa y Justicia afirmou que seguiu todos os protocolos de saúde, e que realizou a série de exames PCR conforme manda o regulamento da Conmebol antes de deixar a Argentina. Na chegada ao Chile, porém, os resultados foram diferentes.

"Fomos informados no dia seguinte que Washington Camacho, Francisco Pizzini e Rafael Delgado apresentaram resultados positivos para covid-19", informou o clube em nota. Os jogadores estão isolados. "De acordo com nossos protocolos desde o início das competições, os jogadores se concentram em quartos individuais e realizam todas as atividades mantendo a distância necessária". O trio está assintomático, e segue em isolamento.

Segundo a confederação, a partida será disputada na terça-feira (12), em Assunção, no Paraguai. O horário e o estádio ainda serão definidos.