Esportes

Série A do Brasileirão | Mozart deixa CSA para assumir a Chapecoense

Série A do Brasileirão | Mozart deixa CSA para assumir a Chapecoense

O técnico Mozart pediu demissão do CSA na noite deste domingo (18) para assumir a Chapecoense na Série A do Campeonato Brasileiro deste ano. No último dia 15, Umberto Louzer, treinador campeão da Série B com a equipe de Chapecó em 2020, deixou o clube para fechar com o Sport, que também disputará a elite nacional.

A negociação de Umberto Louzer com o Leão da Ilha foi fechada após pagamento da multa rescisória de R$ 300 mil dividido entre o técnico e a equipe recifense. O contrato iria até o final do ano.

A decisão de Mozart, no entanto, pegou a diretoria azulina de surpresa, já que, em dezembro do ano passado, ele recusou a proposta da diretoria do Curitiba para um contrato até dezembro de 2021.

"Ele me ligou e falou que tinha recebido uma proposta da Chapecoense e que tinha aceitado. Eu entendi o lado dele e agora vamos tratar apenas dessa saída. Vamos respirar e pensar em alguém mais para frente. Tem nome? Ainda não temos nome, mas o time vai ficar nas mãos do treinador da base, o Adriano Rodrigues, enquanto isso", confirmou o presidente do clube, Rafael Tenório, ao UOL Esporte.

Ainda segundo o cartola, o treinador vai se despedir da equipe azulina amanhã e deve se apresentar ao clube catarinense durante esta semana. O CSA postou uma nova em suas redes sociais confirmando a saída.

Mozart chegou ao CSA em setembro do ano passado contratado junto ao Coxa, onde era auxiliar técnico. Ele chegou para substituir Argel Fucks e com a missão de livrar o Azulão da degola da Série B. Fez muito mais. Em 2020, Mozart disputou 21 jogos com 12 vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

Neste ano, o treinador conseguiu chegar às quartas de final da Copa do Nordeste e até a segunda fase da Copa do Brasil. Atualmente o CSA disputa apenas o Campeonato Alagoano e se prepara para estrear na Série B do Campeonato Brasileiro.