Esportes

Sem reforços, Abel indica que deve usar ainda mais a base do Palmeiras

Classificação e Jogos

Campeão da Libertadores e da Copa do Brasil, o Palmeiras resolveu que não precisa ainda de muitos reforços e aproveitou uma oportunidade de mercado para fazer a única contratação até aqui, do volante Danilo Barbosa, que fez sua estreia na derrota por 1 a 0 para o São Paulo, ontem (16).

Assim, Abel Ferreira tem de se apegar à ideia de abrir ainda mais espaço no elenco profissional para os jovens das categorias de base do clube. Para além dos jogadores que se tornaram xodós da torcida rapidamente —Gabriel Menino, Gabriel Veron, Danilo, Patrick de Paula—, o português crê que há ainda mais talentos a serem explorados, para ganhar mais opções para uma temporada que já começa desgastante.

"Temos grandes jogadores na base. O Fabinho entrou muito bem na função de volante, com qualidade no passe, muito bem. A mesma coisa o [lateral direito Gustavo] Garcia, jogador de caráter, personalidade, jogador de futuro. O Papagaio [Rafael Elias], que teve um ano castigado, não jogou em lugar nenhum, é o nosso centroavante suplente, entrou com muita vontade. Temos trabalhado outro miúdo, que é o Giovani, que vocês vão ter a oportunidade de ver jogar e é com esses jogadores que vamos trabalhar", afirmou Abel Ferreira.

Os quatro jogadores citados espontaneamente pelo português em sua entrevista coletiva já ganharam bons minutos de jogo nesta temporada num momento em que boa parte do elenco ainda estava afastada, preservada. O próprio Abel Ferreira estava distante, em seu país, para descansar. Mas a observação da comissão técnica não cessou, de modo que alguns garotos elevaram sua cotação e se inseriram nos planos para o calendário 2021.

A base do Palmeiras mostrou um crescimento de rendimento surpreendente nos últimos anos, seja revelando jogadores como Gabriel Jesus, Gabriel Menino e Patrick de Paula, como conquistando taças no Brasil e no exterior em competições das categorias inferiores.

Um dos exemplos é o atacante Giovani. O canhoto de 17 anos é uma das apostas da comissão técnica para a temporada e Abel deixou claro que pretende utilizá-lo bastante durante o ano.

Versatilidade

Único reforço até aqui, Danilo Barbosa foi elogiado após a derrota para o São Paulo, no Allianz Parque.

"Danilo Barbosa foi um jogador que o clube nos apresentou. Um jogador de baixo custo, por empréstimo com opção de compra. Fomos buscar o Danilo só bancando o salário. O Danilo mata duas saídas, do Ramires e do Emerson", declarou.

Uma das saídas para suprir a sequência de 12 jogos em 26 dias que o Verdão vai encarar é a capacidade de rodar o elenco. Assim, Danilo Barbosa pode levar vantagem e ter muitos minutos em campo em 2021.

"Gosto muito de jogadores que fazem mais do que uma posição. O Danilo é um jogador que tanto pode jogar de volante, de segundo volante, ou de zagueiro, faz três posições na nossa equipe, ou na forma que eu gosto de jogar", analisou o comandante alviverde.

Além de Danilo Barbosa outros jogadores podem aproveitar a preferência de Abel por escalar polivalentes em campo, casos de Gabriel Menino, volante que foi convocado por Tite para a seleção brasileira como lateral direito, Felipe Melo, que pode jogar na zaga, o zagueiro Alan Empereur, que pode jogar na lateral, assim como o meia Gustavo Scarpa, que já jogou de ala em algumas ocasiões.

"Vamos procurar dar o nosso melhor e olhar para a equipe que temos e tentar tirar o máximo de rendimento dos jogadores que são os que temos", finalizou Abel Ferreira.