Esportes

Santos vai acionar Conmebol por liberação de áudio do VAR contra Boca

Classificação e Jogos

Após o polêmico lance envolvendo o atacante Marinho, no empate em 0 a 0 com o Boca Juniors, nesta noite, pelo jogo de ida das semifinais da Copa Libertadores da América, o Santos decidiu que vai entrar com ofício na Conmebol exigindo o áudio do VAR,para entender o que foi comunicado pela arbitragem após este lance em específico.

O experiente atacante santista sofreu carga na na pequena área do zagueiro argentino Izquierdoz. Caiu, pediu a penalidade, mas não foi atendido. O VAR foi acionado, mas o árbitro chileno Roberto Tobar sequer foi chamado para verificar o vídeo. Prevaleceu sua marcação em campo. Durante o torneio, a confederação sul-americana já tem se antecipado a esse tipo de demanda e divulgado em seu site alguns momentos de atuação do sistema de verificação em vídeo.

"Eu fui tocado dentro da área. Não sei porque árbitro não foi olhar o vídeo. Tranquilo, o importante é conseguir um resultado aqui. Poderíamos ter vencido, mas jogar contra o Boca é muito difícil. O importante é não perder. Fizemos grande jogo, queríamos a vitória, mas o empate é bom resultado e temos que fazer um grande jogo em casa", reclamou Marinho após o jogo.

O Peixe fará o segundo jogo na Vila Belmiro, no dia 13. Um empate com gols classifica os argentinos para a final da competição continental.