Esportes

Santos sonda Pepa enquanto gestores evitam "perfil Diniz"

O Santos voltou a procurar o técnico português Pepa, do Paços de Ferreira. A primeira sondagem ocorreu antes da chegada de Ariel Holan, que deixou o cargo à disposição na última semana (26). O time é sensação no Campeonato Português e vem batendo diversos recordes históricos do clube, estando muito perto de garantir classificação para a nova Europa Conference League — competição abaixo da Liga Europa e Liga dos Campeões.

Pepa tem interesse em treinar a equipe da Vila Belmiro, mas só aceita sentar para conversar após o término do Campeonato Português. O comandante gostaria de ouvir o projeto santista antes de dar uma resposta.

O português tem chamado atenção no país e atrai interesse do Porto e do Vitória de Guimarães. Segundo pessoas ligadas a ele, o Santos deixou em aberto a possibilidade de aguardar por Pepa. A Liga NOS tem sua última rodada no dia 19 deste mês, mas o Paços de Ferreira pode garantir a classificação amanhã (5).

Já Fernando Diniz divide opiniões no Comitê de Gestão. O nome é avaliado desde a semana passada, mas parte dos gestores não veem o treinador de 47 anos com perfil para assumir o time. Outro fator que preocupa é o episódio de Tchê Tchê, em sua passagem pelo São Paulo, devido ao Santos ter um elenco recheado de jovens. Entretanto, foi um caso isolado e já superado pelo treinador.

Apesar de ainda não ter recebido proposta oficial, Diniz — livre no mercado — está empolgado com a ideia de estar à frente do Santos e aguarda o contato, que até o momento ainda não existiu. Parte da torcida já sinalizou o interesse em tê-lo no comando, mas a diretoria alega não ter pressa para contratar.

Vale lembrar que o Santos superou a punição na Fifa e está livre no mercado para contratar e registrar jogadores. Entretanto, aguarda a definição de um técnico para reforçar a equipe. Em meio a isso, o clube corre riscos de um novo transfer ban.

Sem um comandante definido, Marcelo Fernandes estará na beira do gramado nesta noite, às 19h15, na Vila Belmiro, contra o The Strongest, pelo terceiro jogo da fase de grupo da Copa Libertadores da América.