Esportes

Santos negocia com Wolfsburg e evita transfer ban dívida de Bruno Henrique

O Santos fechou acordo com o Wolfsburg, da Alemanha, e assim evitou o transfer ban pela compra de Bruno Henrique em 2017. O time alemão cobrava a última parcela da transferência do atacante, de 350 mil euros, que seria paga em 2020.

Com o não pagamento, o Wolfsburg planejava entrar com uma nova sanção em dezembro de 2021. A atual diretoria do Santos, no entanto, fechou um novo acordo de pagamento com o clube alemão: sete parcelas, seis de 50 mil euros, com primeiro pagamento este mês, e a última de 60 mil euros, incluindo juros e multa.

"Essa foi mais uma situação que herdamos e estamos solucionando, para colocar o Clube em dia", afirmou o presidente do Santos FC, Andres Rueda, em comunicado.

Caso a sanção do Wolfsburg tivesse entrado em vigor, o Santos sofreria punição da Fifa que proíbe novas transferências enquanto dívidas em aberto não forem saldadas. O time já evitou o transfer ban esse ano quando conseguiu negociar a venda dos diretos de Soltedo ao Toronto FC, do Canadá e evitou problemas com o Huachipato, do Chile.