Esportes

Santos: Cuca afirma que Marinho tem empatia e precisa curtir "pacote"

O técnico Cuca está satisfeito com as atuações de Marinho no Santos. Após o empate por 1 a 1 com o Fortaleza, o camisa 11 desabafou ao confirmar a informação do UOL Esporte e explicar o motivo pelo qual tem evitado entrevistas.

No entanto, para Cuca, Marinho não pode ficar bravo com a repercussão que suas entrevistas tomam. O treinador acredita que a sinceridade de Marinho gera empatia.

"Não me senti incomodado, já falei com ele, é um pacote. Marinho é extrovertido, brincalhão, povo brinca com ele e isso faz ele ter empatia com todo mundo. Não pode perder. Mas tem o jogador, que é liderança. Ele precisa curtir, não adianta ficar bravo. Curto um monte de coisa minha: meu cabelo, a ré no ônibus, não sei o que, dou risada, faz parte", confessou Cuca em entrevista coletiva virtual após o jogo.

O atacante foi capitão do Santos pela primeira vez na temporada. Para Cuca, Marinho ganhou a faixa merecidamente.

"Prêmio pelo que vive e pelo que tem representado também. Ele é um jogador que tem muitos memes com ele, mas é um cara que também tem uma liderança perante o grupo, mereceu esta faixa. Uma pena não ter vindo com a vitória. Não sou de ficar chorando, viagens, tentei fazer o melhor que podia", disse o técnico.

O Peixe terá alguns dias da semana para trabalhar antes de viajar ao Paraguai, onde enfrentar o Olimpia, na quinta-feira, às 19h, pela Libertadores. Um empate garante a classificação à equipe alvinegra.